banner multi
Capa Memória Colunistas Cinema em Pauta Capitão América: o primeiro vingador
cinema-pauta
Capitão América: o primeiro vingador Imprimir
Escrito por Bruno Moura   
Sexta, 05 de Agosto de 2011 - 16:38

capitao_americaOs filmes de super-heróis têm estado em alta nos últimos anos. Para se ter uma noção, tivemos: Justiceiro, Motoqueiro Fantasma, Batman, Homem-Aranha, Superman, Hulk, Thor, Homem de Ferro e X-Men. Agora, há poucos dias tivemos a estreia de Capitão América. O "bandeiroso", como é carinhosamente chamado por alguns fãs, foi encarnado pelo ator Chris Evans, que já havia interpretado outro super-herói anteriormente, o Tocha Humana, pelo filme do Quarteto Fantástico.

Capitão América - O Primeiro Vingador, objetiva não só apresentar o herói que dá nome ao filme, como também ser a porta de entrada para o filme Os Vingadores, que deverá ser lançado em junho de 2012. A Marvel Estúdios aposta nesta nova franquia que apresentará o Capitão América, junto de outros heróis conhecidos, como o Homem de Ferro, Thor e Hulk. Apesar de haver algumas referências ligadas ao filme d'Os Vingadores, a trama segue seu fluxo independente.

Uma das partes mais delicadas da trama foi retratar o herói da melhor forma possível sem passar a imagem do patriotismo americano excessivo. No filme, Steve Rogers (Chris Evans) tenta se alistar junto ao exército, durante o período da segunda guerra mundial. Porém, sempre é rejeitado devido ao seu porte físico e inúmeros problemas de saúde. O Dr. Abraham Erskine (Stanley Tucci) acaba oferecendo uma oportunidade para Steve participar do Projeto Renascimento, onde recebe o soro supersoldado e consequentemente tornando-se um super-humano.

Foi justamente no inicio da história que o filme ganhou o público. Steve Rogers é apresentado com a saúde frágil e grande humildade. Após tornar-se um herói, permanece humilde até o final sem que os poderes subam à cabeça. Para quebrar o estigma do espirito patriótico americano, pois o personagem veste uma roupa com as cores da bandeira dos EUA, o personagem é mostrado como um jovem, que apenas busca fazer o correto e parafraseia a ideia universal de um legítimo super-herói, independente da sua nacionalidade.

O elenco contou com nomes de peso: Tommy Lee Jones, Hugo Weaving e Stanley Tucci. Chris Evans teve uma atuação bem destacada, sem se remeter ao herói sarcástico interpretado em dois filmes do Quarteto Fantástico. Ele conseguiu dar o ar ideal ao personagem, algo que me surpreendeu. Hayley Atwell interpretou Peggy Carter, o interesse romântico de Steve Rogers, e mostrou boa atuação. Quanto a Tommy Lee Jones, que interpretou Coronel Phillips de forma formidável, as partes cômicas, nada exageradas e bem medidas, foram destaque. Stanley Tucci (Dr. Abraham Erskine) humanizou seu personagem de tal forma, que foi um dos pontos cruciais para a formação do caráter do personagem principal do filme. E por fim, cito Hugo Weaving, que interpretou o vilão Caveira Vermelha. E eis que faço aqui a palavra de muitos fãs, que o consideram o segundo melhor vilão de quadrinhos, adaptados ao cinema, e vindo logo depois do Coringa de Heath Ledger, de Batmam - O Cavalheiro das Trevas. Weaving deu um ar vilanesco e não caricato ao seu personagem, de forma a parecer intimidador aos espectadores que foram ao cinema.

A ação dura duas horas do filme, sendo que a intensidade aumenta no decorrer do filme. A parte sonora apresentou-se bem montada. Para os fãs mais fiéis, podem-se notar algumas homenagens sutis ao personagem dos quadrinhos. Como por exemplo, uma cena onde são distribuídas revistas em quadrinhos para crianças, onde a capa é idêntica à lendária primeira edição da Captain America Comics #1, da Timely Comics, editora que lançou o Capitão América pela primeira vez em 1941.

Boa recomendação para o final de semana, pois o filme é agradável a qualquer pessoa. E o melhor de tudo é que não exige pré-requisito algum, podendo ser visto tanto pelos fãs mais assíduos quanto por aqueles que desconhecem ou pouco conhecem o herói.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA