banner multi
Capa Memória Colunistas Cada um com seu cinema
cadaumcinema
Cada um com seu cinema
Quando Hollywood limita o trabalho autoral Imprimir
Escrito por Matheus Pannebecker   
Quarta, 05 de Outubro de 2011 - 13:47

source-codeEm 2009, o diretor Duncan Jones realizou um pequeno grande filme chamado Lunar. No seu primeiro longa, o britânico conseguiu fazer uma notável mistura de drama e ficção, inclusive homenageando (mas sem nunca copiar) o clássico 2001 - Uma Odisseia no Espaço. Lunar não fez muito sucesso (chegou diretamente em DVD aqui no Brasil), mas serviu para trazer um maravilhoso desempenho de Sam Rockwell e revelar o promissor Duncan Jones. Agora, com Contra o Tempo, o diretor está inserido no mundo Hollywoodiano e ainda preserva algumas das carcaterísticas que apresentou em seu debut. No entano, é afetado justamente por ter que atender várias exigências comerciais para abranger mais espectadores.

 
Música, 3D e singularidade Imprimir
Escrito por Matheus Pannebecker   
Segunda, 05 de Setembro de 2011 - 15:03

kylieSe o fã não pode estar pessoalmente assistindo a um show, pelo menos agora os cinemas estão aproximando o público de seus respectivos ídolos. Se U2 e Foo Fighters já invadiram as salas de cinema com shows gravados especialmente para as telonas, no último fim-de-semana (em sessões limitadas), foi a vez da cantora pop Kylie Minogue. Com "Aprodite: Les Folies live in London", ela, além de proporcionar um verdadeiro espetáculo para seus fãs, também provou que os filmes ainda têm muito o que aprender sobre o 3D.

 
O adeus de uma geração Imprimir
Escrito por Matheus Pannebecker   
Segunda, 25 de Julho de 2011 - 10:56

David Yates não é qualquer diretor. Haja coragem para assumir uma saga mundialmente famosa, conduzi-la durante quatro filmes e também ser responsável pelo desfecho. Quando assumiu a cadeira de direção em Harry Potter e a Ordem da Fênix, o britânico já mostrou habilidade ao guiar um longa que compensava todas as deficiências da obra de J.K. Rowling. Yates construiu uma visão mais sombria (palavra inevitável, não?) do mundo do protagonista, adotou um estilo visual diferenciado e se firmou como um dos grandes nomes da franquia. Yates, posteriormente, tropeçou feio em O Enigma do Príncipe e se reergueu de maneira surpreendente em As Relíquias da Morte – Parte 1. Mas nada nos preparava para o que estava por vir no capítulo final de Harry Potter...

 
Um balanço do Festival de Cinema de Gramado Imprimir
Escrito por * Matheus Pannebecker   
Terça, 16 de Agosto de 2011 - 15:50

festival-cinema-2011Quando Lúcia Murat subiu ao palco do Palácio dos Festivais, na noite do último sábado, em Gramado, para receber o Kikito de melhor filme pelo júri oficial, algo já estava mais do que confirmado: a 39ª edição do Festival de Cinema de Gramado não trouxe surpresas. Era previsível que "Uma Longa Viagem", o documentário da diretora, tinha grandes chances de vencer o prêmio principal, assim como também era óbvio que "Riscado" fosse ganhar vários troféus. E assim foi.

 
O lado imperfeito do amor Imprimir
Escrito por Matheus Pannebecker   
Sexta, 10 de Junho de 2011 - 17:28

namoradosparasempreNo próximo domingo, é celebrado o dia dos namorados. E, por alguma razão, a Paris Filmes decidiu lançar o longa-metragem "Namorados Para Sempre" justamente no fim de semana dessa data. Mas não se enganem! O título nada tem a ver com o verdadeiro conteúdo do filme e a história dos protagonistas pouco se relaciona com o romantismo dessa data. "Namorados Para Sempre", na realidade, é um dramático retrato sobre relacionamentos em ruínas.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 Próximo > Fim >>

Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA