banner multi
Capa Memória Colunistas In My Opinion O Brasil dos sujos
O Brasil dos sujos Imprimir
Escrito por Anselmo Cunha dos Santos   
Segunda, 28 de Março de 2011 - 18:30

ficha_limpaOcorreu mais um absurdo no mundo da política, nesta quarta-feira (23/03). E dessa vez, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubaram a aplicação da lei da Ficha Limpa nas eleições de 2010. Por uma diferença de apenas um voto, os mais de 1,5 milhões participantes da iniciativa popular, que lutaram pela instauração da lei, vão ter de esperar pelo direito que conquistaram.

O adiamento da medida para as próximas eleições permite que políticos infratores, os fichas-sujas, mais votados na eleição passada, possam assumir seus cargos. Para defender o adiamento da lei, o ministro Gilmar Mendes, o mesmo que nos tirou o diploma, alegou que a lei tem que anteceder o crime, ou seja, a famosa burocracia lhes garantirá a liberdade.

Nenhum dos infratores que concorreram na eleição do ano passado será punido. Todos os 230 candidatos que foram barrados pela medida podem exercer os cargos para os quais foram eleitos. Com sua desculpa esfarrapada o ministro deu a seus colegas mais quatro anos de farra com o dinheiro público.

Podem voltar ao senado, por exemplo, políticos como Cássio Cunha Lima, (PSDB-PB), que perdeu o mandato de governador, após ser condenado por abuso de poder econômico, João Capibaribe (PSB-AP), condenado em processo de compra de votos em 2002 e Marcelo Miranda (PMDB-TO), que teve o registro de sua candidatura negado pela cassação de seu mandato de governador do Tocantins, em 2009, o que o impediria de se candidatar.

O que mais desanima nessa história é que, enquanto uma parcela mínima luta pelos seus direitos, a maioria da população segue desperdiçando seu direito ao voto com políticos medíocres.

Tomara que na próxima eleição não acabem de vez com o projeto da ficha limpa, com a justificativa de que fere o direito ao voto daqueles que, mal informados, elegem a corrupção.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA