banner multi
Capa Memória Colunistas Levanta e Vai Levanta e vai! Nº 9 – Ano II

blog-edye-jornal

Levanta e vai! Nº 9 – Ano II Imprimir
Escrito por Edye   
Terça, 26 de Fevereiro de 2013 - 12:51

coracaoO ditado popular mais certo é aquele que nem mesmo parece ser um ditado, mas diz o seguinte: “O ano só inicia depois do Carnaval!”. Certo ou não, a festa do Momo já passou e as aulas iniciaram. As ruas estão movimentadas, os ônibus estão lotados... ah! E por falar em ônibus, logo aumenta o valor das passagens (característica típica de que o ano está iniciando). Portanto, vamos iniciar o agendamento de cultura e lazer! A cidade logo mais estará fervilhando de opções culturais nos teatros, e com a agenda será possível ter ideia do que vem por aí. Seguem notícias sobre cursos e oportunidades na área cultural, além do que vem por aí no próximo mês.

Em 2013, mais do que nunca... “levanta e vai!”

CURSOS DE TEATRO

Oficina de Montagem de Espetáculo com Bob Bahlis

Dia 11 de março começa uma nova edição da Oficina de Montagem de Espetáculo com Bob Bahlis. Os estudos teatrais serão em volta do tema: Famílias Trágicas Nelson Rodrigues.

Quando: 11 de Março a 10 de julho. Segundas e quartas, das 19h às 22h. Total 35 aulas. Com apresentação de espetáculo no final da oficina.
Local: Centro Cultural da Cia. de Arte (Andradas, 1780)- Centro de Porto Alegre.
Valor das mensalidades:R$ 190 (alunos novos). R$ 150 (alunos antigos- tanto os alunos de Bob Bahlis, quanto os alunos do Teatro ao Quadrado).
Informações: (51) 3225-9189 e (51) 92186068, Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Inscrições a partir do dia 20/02.

teatro-adulto

QUAL O NEXO DO SEXO?

coracaoO espetáculo é um espaço aberto onde três personagens envolvidos em um atrapalhado triângulo amoroso irão "lavar roupa suja" em público. Na comédia, cada um conta sua versão para a confusão que se estabeleceu e do labirinto sentimental que não encontram saída.

Texto e Direção: Edye
Elenco: Anelise Caldini, Edye, Everton Farias e Juliana Pretto.
Classificação: 16 anos.

Onde: Teatro Carlos Carvalho - 2º andar CCMQ (Rua dos Andradas, 736 - Centro Histórico)
Quando: De 16 de Março até 14 de Abril – Sábados as 21h e Domingos as 20h
Ingressos: R$ 20,00 – Desconto de 50% para quem disser que leu sobre a peça no Site do IPA

 

ENTRE NÓS

A comédia romântica contemporânea conta a história de dois jovens atores em processo de criação para um romance entre os personagens Rodrigo e Fabio. Eles enfrentam uma série de situações conflitantes e engraçadas até decidirem o destino dos personagens perante as famílias, os amigos e a escola. No final isso os leva a solicitar ao público que decida sobre o desfecho da peça: se o casal protagonista deve ficar junto ou não.

Direção: Paulo Guerra
Elenco: Bruno Abiz e Samuel Reginatto
Classificação: 14 anos.

Onde: Teatro Bruno Kiefer - 5º andar CCMQ (Rua dos Andradas, 736 - Centro Histórico)
Quando: De 15 de março a 7 de Abril - Sexta, Sábado e Domingo, às 20h
Ingressos: R$ 30,00

 

teatro-infantil

OS TRÊS URSOS -
MISSÃO CACHINHOS DOURADOS

gatosNuma época em que o mundo sofre as consequências do aquecimento global e o descaso da humanidade para com a natureza é criada a ?INSEGLO? (Inteligência Secreta Global). A agência é liderada pelo Sargento Ratazana e sua Equipe de Espiões Ultra Secreta: Os agentes 001, 002 e 00,0. Para manter suas identidades em sigilo nas missões dadas pela Agência de Segurança, os três ursos se infiltram na floresta passando os dias como uma típica família de ursos, com direito a hibernar no inverno e comer mingau. Diferente da história original, nesta versão a menina loira cresceu e se tornou uma poderosa empresária dona de multinacionais, porém, muito arrogante e despreocupada com a natureza. A missão agora, é capturar Cachinhos Dourados e colocar um fim nos danos causados por suas fábricas, antes que ela invada suas casas, coma todo o mingau, quebre as cadeiras e durma nas suas camas.

Texto e Direção: Edye
Elenco: Erick Costa, Ita Ramires, Juliana Pretto e Natalie Gonçalves
Onde: Teatro Carlos Carvalho - 2º andar CCMQ (Rua dos Andradas, 736 - Centro Histórico)
Quando: De 16 de Março até 14 de Abril – Sábados e Domingos as 16h
Ingressos: R$ 25,00 – Desconto de 50% para quem disser que leu sobre a peça no Site do IPA

 

esse-eu-vi

Quando o desespero feminino toma conta

Em meio a alguns poucos casais, e muitas, disse: muitas mulheres desacompanhadas de seus maridos ou assemelhados, estava eu, esperando para assistir “Como Agarrar um Marido antes dos 40”, em sua rápida passagem pelo Porto Verão Alegre 2013... Não quero agarrar um marido e tão pouco estou preocupado com estar ou não casado antes desta idade. Apenas aproveitei o convite e fui apreciar uma produção que já está há anos em cartaz e nunca havia visto.

Para aquelas que pensam que vão conseguir alguma dica, assistindo um “manual de auto ajuda teatralizado”, estão enganadas. A história conta as situações vividas pela protagonista, Lúcia, vivida pela atriz Marlise Damime, que se encontra solteira às vésperas de completar 40 anos. A neurose presente nos textos e as ações da personagem fazem com que esta situação, para mim, seja tão desesperadora. Não sei se para mulheres ela realmente é! Lúcia divide um apartamento com sua prima Débora (Suzy Martines), solteira e psicóloga, que se encarrega de segurar as pontas da prima, quando esta, tenta quebrar algum espelho em meio as suas crises de tpm, além de nos fazer sorrir com seus trejeitos, juntamente com a tão aloprada e às vezes insolente, empregada Dalva (Denizeli Cardoso), esta, que motivada por suas crenças, envolve as personagens em várias confusões, já que afirma que se uma mulher chegar aos 40 solteira, nunca mais arrumará marido, mesmo que sangre 3 Rolas antes da meia noite para alguma entidade umbandista.

O espetáculo é leve, mantém uma proposta divertida e busca entreter o público do início ao fim,  porém, peca quando repete uma piada com a mesma pessoa da plateia. A piada funcionou, ela funciona! Mas creio que mais pessoas poderiam participar, sem fazer a imagem da “vitima” ser desgastada e de certa forma humilhada.

Mulheres, se já acharam seu par ideal, se não acharam ou não estão procurando... cuidado! Os anos voam! E antes de chegar a quarta década de vida, é bom assistirem este espetáculo. Sempre acabamos aprendendo alguma coisa, de uma forma ou outra!

Direção do espetáculo: Cláudio Benevenga

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA