banner multi
Capa Memória Cultura "Depois de um longo inverno", CPM 22 retorna aos palcos gaúchos!
"Depois de um longo inverno", CPM 22 retorna aos palcos gaúchos! Imprimir
Escrito por Monique Hoffelder   
Segunda, 25 de Julho de 2011 - 10:44

CPM22Por volta da meia noite do dia 9 de julho, o CPM 22 subia ao palco do New College Festival e iniciava o show com a música "O mundo dá voltas" para, sem dúdidas, levantar a galera no Pepsi on Stage. Em seguida veio "Tardes de outubro" e uma das novas músicas da banda: "Hospital do Sofredor". O show de retorno do CPM 22, depois de dois anos sem vir a Porto Alegre, não deixou de lado as canções de sucesso nacional como: "Dias Atrás" em seguida, "Inevitável" do CD ao vivo, "Estranho no espelho" do álbum "Cidade Cinza" e "Irreversível" do terceiro álbum, "Chegou a hora de recomeçar".

"Desde 2009 a gente não toca aqui. É sempre um prazer. Voltamos para tocar nosso novo CD "Depois de um longo inverno" disse Badauí durante o show. Chegou a hora do CPM22 mostrar a mistura hardcore ska! Para tocar "abominável", banda convida reforços para subir ao palco: França, Felipe e Jair nos metais e Léo no teclado que permaneceu praticamente todo o show.

Tocaram "Abominável" que tem uma levada de rock mais suave com solos de metais, "Vida ou morte",single que se tornou o primeiro clipe do CD recém lançado. Esta música tem uma pegada bem ska, tanto no ritmo da guitarra quanto nas batidas da bateria, e "Cavaleiro metal" que preservou um pouco a identidade hardcore. Em alguns trechos, o ritmo oscila harmoniosamente com a inserção do som dos metais, hardcore e ska.

E como não poderia faltar uma cena clássica de um show de hardcore, os fãs mais antigos da banda reviveram um momento nostalgico. Um guri invadiu a cena durante a música "Cavaleiro metal", deu um 'mosh' do palco, por cima da minha cabeça, em direção à platéia e caiu nas graças da galera!

Nem todos os presentes sabiam cantar as novas do CPM 22, mas eles conseguiram animar a galera do New College Rock com as músicas "Vida ou morte" e "Cavaleiro metal". E o vocalista da banda não deixou por menos: "O rock não está morto como dizem por aí!" disse Badauí.

Intencionalmente, o CPM 22 voltou a entoar outras músicas conhecidas do grande público como: "Um minuto para o fim do mundo" do CD "Felicidade instantânea", "Escolhas, provas e promessas" do álbum "Cidade Cinza", que rendeu à banda o Grammy Latino 2008, como melhor álbum de Rock Brasileiro.

Em seguida, tocaram: "Promessas e certezas", que parecia anunciar o retorno do CPM 22 à mídia e aos palcos brasileiros. Claro que a banda não poderia deixar de tocar: "Regina, let's go", a música que abriu os caminhos do CPM 22 para o sucesso e tornou a cena hardcore mais vísivel ao grande público.

Chegando na reta final do show, a banda tocou "Sofridos e Excluidos", música com uma vertente do hardcore punk. Na letra da canção, críticas sociais ponderadas pela levada hardcore ska. Sem deixar o público desanimar, é a vez da música "Hospital do sofredor".

O momento mais emocionante, sem dúvida, foi ver a galera cantando o refrão da música "Não sei viver sem ter você" em coro. Um dos maiores sucessos da banda, escrita por Rodrigo Koala, ex-companheiro de banda do baixista, Fernando Sanches e do baterista, Ricardo Japinha, na Hateen.

Quando a apresentação se aproximava do fim, a banda começou a tocar a música: "Ontem" e depois, uma das primeiras músicas da carreira: "Night blue light", originalmente gravada no CD "Alguns quilômetros de lugar nenhum", o primeiro do CPM 22.

Par encerrar, no ápice da euforia vinda do público, o show do CPM 22 contou com uma participação especial: " Eu estava do lado do palco assistindo o show. Quando perceberam, me chamaram e eu fui." disse o vocalista do NX Zero, Di Ferrero que cantou a música "Desconfio", do CPM 22, junto com Badauí. De acordo com Di Ferrero, nada foi combinado.

Sem dúvida, o novo show do CPM 22 tem uma proposta de som bem diferente dos últimos tempos. Mesmo de volta à cena independente, não deixou de mostrar presença de palco, carisma e competência, dignos de mainstream.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA