banner multi
Capa Memória Cultura Harry Potter e o fim de uma saga
Harry Potter e o fim de uma saga Imprimir
Escrito por Diogo Baigorra   
Sexta, 29 de Julho de 2011 - 18:22

hp-finalMais do que um filme repleto de efeitos especiais e sutis mensagens de amor, Harry Potter e as Relíquias da Morte - parte 2 - representa o fim da saga que marcou uma geração. Ao responder a diversas perguntas e ao resolver os mistérios criados por J.K Rowling, o último filme da saga emociona e nos faz refletir sobre valores morais, amizade e amor.

Os efeitos especiais também impressionam. O filme todo é permeado por uma sombria atmosfera, que nos prepara para o grande clímax: o confronto entre Harry Potter (Daniel Radcliffe) e Lord Voldemort (Ralph Fiennes). Um ponto forte do filme é a atuação de Alan Rickman, que interpreta o enigmático professor Snape. No último filme da saga, a verdade sobre Snape vem à tona, e quem ainda não leu o livro, finalmente descobre a quem ele realmente é leal.

Uma das cenas mais emocionantes, inclusive, é a que Harry contempla as lembranças do professor, lembranças estas que revelam o amor que Snape sempre sentiu pela mãe do garoto, Lílian Evans (Geraldine Somerville).

Outro ponto que merece destaque é o tão aguardado beijo entre Rony (Rupert Grint) e Hermione (Emma Watson), que desde o início da saga relutavam em admitir o amor que sentiam um pelo outro. Tão esperado, o beijo chegou a arrancar uma salva de palmas dos fãs que assistiam à sessão.

As cenas da batalha de Hogwarts também são de impressionar, principalmente quando as estátuas da escola de magia e bruxaria "ganham vida" e partem para a luta, defendendo Hogwarts contra os Comensais da Morte.

O épico duelo entre Harry e Voldemort faz com que os espectadores prendam a respiração enquanto os dois travam uma batalha mortal, que, no fim, é vencida por Harry, que representa a magia do amor, incompreensível para Voldemort e para aqueles que seguem o caminho das trevas.

No final do filme, vemos um Harry adulto casado com Gina Weasley (Bonnie Wright) embarcando seus filhos no Expresso de Hogwarts. Felizmente, a direção do filme optou por "envelhecer" o trio protagonista da saga (Harry, Rony e Hermione) o que, a meu ver, foi a escolha certa, uma vez que a decepção dos fãs seria grande se outros atores fossem escalados para interpretar os protagonistas na fase adulta.

Enfim, além da competente atuação do elenco e dos impressionantes efeitos especiais, Harry Potter e as Relíquias da Morte - parte 2 - contou com o efeito 3D, que transformou o fim da saga em algo maravilhosamente real, emocionou os fãs mundo afora e se concretizou como um marco na história mundial do cinema.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA