banner multi
Capa Memória Cultura CPM 22 conversa com fãs
CPM 22 conversa com fãs Imprimir
Escrito por Mo Hoffelder   
Sexta, 18 de Novembro de 2011 - 10:20

cpm22Os integrantes da banda paulista de hard core CPM 22 estiveram recentemente em Porto Alegre para uma sessão de autógrafos e divulgação do seu último álbum: "Depois de um longo inverno", lançado este ano e após a sessão de autógrafos realizada na Fnac do Barra Shopping, conversaram com os seus fãs.

Aparentemente tímidos e surpresos com o número de fãs presentes, os integrantes do CPM 22 iniciaram o encontro com um bate-papo.

Os músicos falaram sobre a produção do primeiro CD, depois do rompimento com a gravadora, o retorno à cena independente, o show de volta à Porto alegre, a escolha de um novo integrante depois da recente saída do baixista Fernando Sanches e como enfrentaram a nova fase sem o guitarrista Wally. Além de explicar o retorno do Ricardo Japinha à banda Hateen, discorreram sobre a cena atual do rock e manifestaram opiniões sobre baixar música na internet.

De acordo com Ricardo Japinha, a próxima música de trabalho do CPM 22 será "Na medida certa". O vocalista Badauí, disse que tem a intenção de convidar o ator, roteirista e diretor Selton Mello para dirigir o novo clipe do CPM 22.

DEPOIS DE UM LONGO INVERNO

Depois que se desligou da gravadora o CPM22 voltou a ser independentes. Segundo Ricardo Japinha, a banda tem mais autonomia para elaborar o trabalho. "Com o sétimo disco, temos a oportunidade de diversificar e acrescentar coisas novas no som" e Badauí complementa: "É um momento de se reinventar dentro do nosso som, faríamos isso, independente de gravadora".

O ex-baixista e produtor, Fernando Sanches e o guitarrista do CPM22, Luciano Garcia coordenaram todas as gravações, no Estudio El Rocha. Direcionaram timbre, guitarras e toda produção geral durante seis meses. A finalização do CD "Depois de um longo inverno" foi feita no estúdio ARTMIX. A mixagem e a masterização ficou por conta de Alexandre Russo. "Estamos indo par ao caminho inverso das outras bandas do cenário atual" Disse Badauí.

SHOW PEPSI ON STAGE

Ricardo Japinha e Badauí contaram com foi voltar para Porto Alegre depois de dois anos, exatamente na mesma casa que tocaram da última vez, o Pepsi on Stage. Para Badauí, dois anos, não é um tempo tão longo. "É legal voltar com um show um pouco diferente, mesmo tocando as músicas velhas. Trazer outros músicos, outros instrumentos para o palco, dá uma cara diferente paro o show." Além do quarteto ser composto por Badauí no vocal, Luciano Garcia na guitarra, Heitor Gomes no baixo e Ricardo Japinha na Bateria, para reforçar o time da nova turnê do sexto álbum, "Depois de um longo inverno", o CPM22 conta com França, Felipe e Jair nos metais e Léo no teclado. "Quando os metais entram no palco em harmonia com os outros instrumentos, o som fica grandioso". Disse Ricardo Japinha.

Badauí comenta de que forma percebeu a reação da galera no show que mistura hardcore com ska. "Eu vi que boa parte do público que acompanha a banda a cada lançamento, estava alí. Acho que os mais novos, de repente, podem ter estranhado num primeiro momento. Mas se estiver interessado vai atrás e vai entender o que quisemos fazer no disco novo, apesar de o disco inteiro não ser assim". Para Badauí, o show é um momento de confraternização e de encontro da banda com o público. Mesmo com a nova turnê, o CPM22 não deixou de tocar músicas das antigas. "Quem vem no show é porque gosta da banda e curte o som" e Japinha completa: "O último show no Pepsi on Stage foi especial".

NOVO BAIXISTA HEITOR GOMES, EX- CHARLIE BROWN JR

O baixista Fernando Sanches saiu logo depois do show de Porto Alegre. "Isso nos pegou de surpresa." Desabafou Badauí. Entre as razões que motivaram a saída de Fernando Sanches, estavam a preocupação com o pai que recentemente passou por problemas de saúde, a vontade de passar mais tempo com o filho pequeno, além do gerenciamento do estúdio El Rocha e de outras produções musicais em andamento.

De acordo com os integrantes da banda, para substituir o Fernando Sanches não foi uma tarefa fácil. "A gente conhecia o som do Heitor, que era diferente do nosso, mas não o conhecia pessoalmente." Garante Badauí.

Apesar de tocar no Charlie Brown Jr, Heitor sempre teve uma veia hard core: "Ele colocou um pouco do estilo próprio de tocar no som do CPM 22." disse Badauí. Os integrantes do CPM22 contam que a única mudança crucial exigida pela banda foi para o novo baixista utilizar a palheta para tocar.

"Para eu que sou baterista é fundamental a afinidade com o baixista na hora de tocar." Revelou Ricardo Japinha. Em relação ao ex-baixista, ex-companheiro de Hateen e amigo, o baterista do CPM 22 não poupa elogios: "Melhor guitarrista que baixista, melhor produtor que músico, assim é Fê Sanches".

ONDE ESTÁ WALLY?

A saída do líder e guitarrista Wally pegou muitos fãs de surpresa e aconteceu pouco antes do encerramento do contrato com a gravadora. "Wally saiu quando mais precisamos dele, nos sentimos traídos. Talvez se ele estivesse, poderíamos ter enfrentado as dificuldades. Foi importante passar por momentos ruins, mas nem por isso ficar se lamentando". Desabafou Badauí.

A banda falou com sinceridade sobre o desentendimento com Wally. "Respeito a história do cara e o que fez por mim, mas não temos nenhuma relação. Ele teve a reação errada na época errada." Disse Badaui.

Um dos fãs na plateia pergunta se a banda tem a intenção de colocar mais um guitarrista na banda, como era antes do ex-guitarrista Wally sair. Os integrantes do CPM 22 admitem que já cogitaram convidar o Philippe do Dead Fish para integrar as guitarras. Mas , segundo Badauí, no momento certo isso irá acontecer. Quem sabe para o próximo CD previsto para ser gravado no início do ano que vem.

CPM22 X HATEEN

Ao ser perguntado se voltou a tocar com a Hateen, banda na qual Ricardo Japinha tocava paralelamente com CPM 22, o baterista responde instantaneamente: "Eu voltei!" e completa: "Tenho duas namoradas agora" risos.

No dia 11 de novembro, a banda Hateen lança o segundo disco em português . Apesar do novo CD da Hateen ter sido gravado pelo ex-baterista Xim, Japinha revela vai fazer todos os show da turnê. Xim substituiu Ricardo Japinha durante seu recesso para se dedicar ao CPM 22.

CHEGOU A HORA DE RECOMEÇAR PARA O CPM22

Apesar de ter lançado quatro álbuns de estúdio pela Arsenal Music, o rompimento com a gravadora não foi muito amistoso. "Talvez a gente não tenha concordado com uma coisa ou outra, mas ele sempre respeitou o nosso lado artístico." Disse Badauí sobre o produtor e ex-empresário da banda, Rick Bonadio. "Nos últimos dois anos que saímos da gravadora, não paramos de fazer show. A gente gosta é de tocar. Se fechou uma porta, abrimos outra por termos sintonia musical". Conta Japinha. "Não é fácil lidar com um cara que te vê como um produto." Lamenta Badauí.

CENA ATUAL DO ROCK NACIONAL

"É importante as bandas se unirem nesse momento, se não, todo mundo afunda junto." O vocalista da banda CPM22 relata que houve um enfraquecimento no mercado fonográfico de rock nacional, o que gera um descontentamento tanto para os fãs de rock em geral, quanto para as bandas do gênero: "Tem muita gente curtindo as novas tendências musicais, mas rock não é só isso. Nós respeitamos todo mundo, mas acreditamos no rock de verdade. Apesar de percebemos ultimamente uma falta de espaço." Critica Badauí.

CD X DOWNLOAD

Quando o assunto é baixar músicas da internet, Badauí é direto: "O que vale é entender a proposta do disco, o que a música diz. Não me importo se baixarem na internet". Disse o vocalista. "Mas convenhamos que é muito melhor pegar o encarte. Esta é uma outra forma de receber a arte final. Não só as músicas, mas a capa também faz parte da arte e de todo o contexto de criação do disco". Relembra Japinha.

Embora acredite que a internet é uma ferramenta importante para a divulgação do som das bandas independentes, Badauí critica a instantaneidade da rede. "A internet tem tanta informação que tudo parece superficial. Ninguém se aprofunda nas bandas e em conhecer o som de todos". Badauí.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA