banner multi
Capa Memória Cultura Agora é que são elas!
Agora é que são elas! Imprimir
Escrito por Ed Wilson Nunes da Silva   
Segunda, 14 de Maio de 2012 - 13:54

sobre-saltosE cá estou, um homem, num universo cada vez mais feminino, num mundo cada vez menos liderado por homens. Parece que a "Era das Princesas Disney" chegou ao fim, talvez porque elas cansaram de esperar o príncipe encantado que virá salvá-las do dragão faminto na torre. Elas mesmas resolveram encarar a fera! Hoje vemos mulheres tomando decisões importantes para a sociedade e exercendo cargos, antes única e exclusivamente masculinos. Os chefes de família estão com os dias contados.

Analisando, notamos que esta mudança se dá pela qualidade do serviço prestado e forma de atendimento muito superior e peculiar que as mulheres têm para "se virar" no dia-a-dia. E os homens se incomodam com isso? Pelo visto não! Eu, por exemplo, prefiro que as mulheres tomem conta! É, prefiro sim. E creio que a maioria pense desta forma, porém o machismo incutido na sua corrente sanguínea, não permita assumir tal posição.

A peça teatral gaúcha "Sobre Saltos de Scarpin", estreou em Porto Alegre, no dia 13 de agosto de 2010 e trouxe para o público uma visão futurística de um mundo comandado pelas mulheres, sob adaptação de textos de David Coimbra.

O texto mostra três homens presos num futuro distante tentando escapar do regime totalitário feminino que governa o planeta. Pode ser que David Coimbra não tenha aberto os olhos para uma possibilidade muito menos repressiva que aponta os textos abordados na peça. Pode ser que a peça venha totalmente contra ao que este, que vos escreve, esta tentando parafrasear.

O fato é, que é fato, elas estão vindo com tudo e vão dominar! Para a tristeza dos que são dependentes das mulheres, dependentes da companhia, do carinho, do perfume, do abraço reconfortante... "As mulheres não são dependentes dos homens, os homens é que dependem das mulheres", isso eu digo e podemos confirmar com qualquer caso de relacionamento que chega ao fim, as mulheres têm coração de mãe: podem se apaixonar várias vezes e se curam com mais facilidade. Já os homens não se apaixonam com facilidade, e quando se apaixonam de verdade, é com muita veracidade. Confesso que sou um dependente sim, e sou preguiçoso, também, pois gostaria de viver num mundo comandado por mulheres e ser o "Dono de Casa", para curtir todo clichê que esta ideia pode proporcionar.

Finalizando, alerto sobre um fato: "As mulheres sabem disso!", sim, elas sabem que estão dominando. E a má notícia é que estão, aparentemente, incorporando a imagem do até ontem dominador, o homem. Nota esta, que pode ser conferida nas brigas "másculo-femininas" que acontecem, cada vez mais, em escolas, shows e locais públicos, e na vulgaridade apresentada nas ruas de uma classe adoradora do "Tchun-tchá".

Meninas, vocês têm tudo! E não precisam mudar a estética para afirmar isso. Valorizem-se! Pois nós não soubemos fazer o mesmo. Dominem... e façam bom proveito!

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA