banner multi
Capa Memória Cultura Leandro (não) aprendeu a dizer adeus
Leandro (não) aprendeu a dizer adeus Imprimir
Escrito por Daniel Miranda   
Segunda, 24 de Junho de 2013 - 01:06
LEANDRO-montagemNo domingo, dia 23/06, infelizmente, completaram 15 anos da morte do cantor Leandro, da dupla Leandro & Leonardo, e ele continua sendo uma das figuras mais importantes do gênero sertanejo. Nos primeiros 10 minutos do dia 23 de junho de 1998, no Hospital São Luiz, em São Paulo, morria Luis José Costa, conhecido popularmente por Leandro, cantor que fazia a segunda voz da dupla sertaneja, Leandro & Leonardo. A sua morte foi resultado de um câncer raro e maligno, devido a fortes dores nas costas, sentidas dois meses antes do seu coração parar de bater, enquanto pescava com amigos na fazenda.
 
Durante esse período, Leandro passou por diversas baterias de exames, a fim de solucionar o problema de saúde. Para isso, o cantor fez um comunicado aos fãs, através de uma coletiva pra imprensa, pois dessa forma, todos ficariam sabendo do que se tratavam os laudos médicos. No entanto, a pedidos do próprio Leandro, o seu irmão Leonardo (Emival Eterno Costa) seguia sozinho a turnê do novo disco dos músicos, intitulado Um Sonhador, o último a ser gravado pelos irmãos e o mais vendido na carreira da dupla.
 
Na época, antes das apresentações de Leonardo, rodava um vídeo de Leandro convocando o público a ser a sua segunda voz nos shows, enquanto ele se recuperava da doença. Algo que emocionava a todos os presentes no evento e, também, aqueles que acabaram assistindo esse vídeo pela televisão após sua morte.
 
O otimismo de cada cidadão brasileiro fazia com que aumentasse ainda mais a garra e a coragem que, naquela altura, estavam estampados no rosto de um "forte" Leandro. Até que um dia, Leandro ao lado dos seus pais Avelino e Carmen, aparece em público pela última vez, sem o seu chapéu que era a sua marca e, principalmente, já sem os seus cabelos devido as intensas sessões de quimioterapia, quando resolvera da sacada do seu apartamento, enrolado na bandeira nacional, acenar como agradecimento a todos os brasileiros pelas orações e o apoio recebido.
 
A carreira
 
A trajetória dos irmãos Leandro & Leonardo foram sempre repletos de clássicos, que são lembrados até hoje como Entre Tapas e Beijos, que despontou a dupla no cenário nacional, em 1989. A partir desse instante, vieram outros tantos sucessos a cada disco lançado, por exemplo: Pense em Mim, Paz na Cama, Não Olhe Assim, Não Aprendi Dizer Adeus, Talismã, Desculpe, Mas Eu Vou Chorar, Temporal de Amor, Mexe-Mexe e entre outras canções. Todas essas músicas fizeram parte entre os anos de 1990 a 1993.
 
De 1994 até a morte de Leandro em 1998, os artistas emplacaram outros hits: Diga Pra Mim, Dor de Amor Não Tem Jeito, Cerveja, Festa de Rodeio, Essas Mulheres, Anarriê, Doce Mistério, Eu Juro e outros. Todas essas músicas fizeram com que a dupla vendesse mais de 20 milhões de discos ao longo da carreira.
 
Nesse meio tempo, a dupla gravou ainda dois discos em espanhol com seus maiores sucessos e um álbum com canções destinado para as crianças, com produção de Toquinho. Sendo que no último disco, a dupla estourou com as canções Um Sonhador, Cumade e Cumpade e Deu Medo. Nesse álbum, Leandro cantou uma das faixas sozinho, é a única vez que interpretara uma música sem a parceria do irmão Leonardo, chamada Amor de Novela.
 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA