banner multi
Capa Memória Cultura Moda #3 DFI 2011 - terceiro dia (30/09)
#3 DFI 2011 - terceiro dia (30/09) Imprimir
Escrito por Andreia Pires. Fotos de Victória Duarte   
Segunda, 03 de Outubro de 2011 - 09:45

Estudante do IPA abre desfiles
na 3ª noite do Donna Fashion

geysa

A estudante de moda, Geysa Gonçalves, abriu a terceira noite de desfiles no Donna Fashion de sexta-feira. Inspirada na escritora inglesa Jane Austen, apresentou modelos que remetiam aos romances épicos no ano de 1800, ao retratar uma lady contemporânea.

Usando tecidos leves, modelagens diferenciadas, cores suaves e muita leveza, Geysa acertou nas combinações com os tons neutros, quebrados por peças em laranja, repletas de estilo.

O bom gosto e a criatividade harmoniosa conferiram  leveza e suavidade aos modelos. Apesar da falta de diversidade de tons, as peças traziam belos detalhes, o que tornou o desfile de Geysa leve e rico.

A estudante foi uma das vencedoras do Nex Generation 2010, o que lhe garantiu a apresentação, nesta edição, de sua primeira grande coleção individual, na passarela principal do DFI, ao lado de grande nomes da moda. 


 

UniRitter na passarela

bruna

A estudante de moda da Uniritter, Bruna Aurélio, abrilhantou a noite com seu desfile da coleção Paradoxos, que convida a pensar em novos mundos e reinventar o inicio de tudo.

Observando a história dos povos e a sua bagagem cultural, a jovem estilista desafia a pensar como estas civilizações encarariam a moda atual e de que maneira introduziriam nela seus costumes e principais características.

Mesmo com a mistura de tons, as cores eram impactantes e os modelos traziam couros e grafismos geométricos, mantendo a referência do rudimentar proposto pela coleção. Combinações de tecidos naturais e sintéticos moldavam a anatomia nas peças. Decotes, franjas, listrado, transparência e laços, marcaram a identidade artística da jovem.

 

 

 

Clô Orozco abre a 3ª noite do DFI

clo

Após o Next Generation, Huis Clos foi o primeiro convidado da noite a desfilar sua coleção 2012. Usando formas geométricas, cores inspiradoras e estampa em motivos orientais, Clos valorizou os tecidos leves, as franjas longas, os recortes nas costas e as listras. Predominaram as calças de cintura média, cortes retos e os laços.

A combinação de blusa clássica e saia com brilho, despertou olhares e interesses da platéia, por ser um look chique, discreto e moderno. O macacão com corte redefinido, também marcou presença e promete ser uma forte tendência deste verão. Até o preto longo tradicional, ganhou nova identidade. Os calçados 'conversavam' com os modelos da coleção, quebrando, muitas vezes, a seriedade e atribuindo uma aparência jovem, sutil e elegante. Uma ótima aposta para a estação!

Em suas criações, a estilista segue o seu próprio estilo, baseando-se mais em seus conceitos de moda do que em tendências, o que garante sucesso e originalidade às peças. Fugindo de modelos sensuais e justos, investe em modelos retos, que revelam algumas partes do corpo sem deixá-las a mostra.

A modelagem de Clô Orozco exige estilo para usá-la!

 

 

Divas modernas inspiram D´Marietta Girotto

girotto

Com o tema Divas Modernas, a marca gaúcha D´Marietta Girotto desfilou sua nova coleção, repleta de elegância, bom gosto e jovialidade. Os modelos valorizam o corpo feminino, através de estampas coloridas e detalhes que marcam curvas, misturando o estilo romântico e sensual.

Para a alegria do público feminino, o quarto grande desfile da noite trouxe à passarela o ator global Ricardo Tozzi. Aplaudido em pé, ele desfilou com muito charme e simpatia, chegando até a dançar na pista. Sua forma de descontração, agradou a plateia.     

Modelos mais sofisticados jogavam o preto em meio a outras cores que, por sua vez, combinavam com detalhes, como as cinturas marcadas, as rendas e acessórios incluindo  turbantes e óculos de sol. Quem estava no lounge pôde conferir, numa rápida passagem, a bela coleção, ao som de uma seleção musical de muito bom gosto.

Foi um desfile descontraído, ousado e inovador; rico em transparências, estampas, variedade de tecidos, sensualidade, mesclas e botões. Uma soma de elementos perfeitos, cujo resultado foi um show de estilo e sofisticação, fazendo da coleção D' Marietta Girotto uma ótima pedida para o verão! 

 

 

Convexo evidencia conceitos

convexo-noiva

Qual o seu tom? Qual o seu dom? Neste espírito jovem e inovador, fazendo valer seus conceitos de moda, música e atitude, a grife Convexo deu um verdadeiro show na passarela do Donna Fashion nesta sexta-feira. Focada na sustentabilidade e jovialidade das suas peças, apresentou a coleção ALL Star, produzida com materiais descartados por seus fornecedores, como solas, cadarços e retalhos de lona, acompanhados de camisetas, ecologicamente corretas, da Budha Khe Rhi.

O que se viu durante o desfile da coleção foram verdadeiras obras de arte. O descartado ganhou vida nova e novas formas, voltando a ser cobiçado, ao fazer moda outra vez, além de ajudar na construção de um mundo sustentável.

O desfile começou com os solos de guitarra de Erick Endres. Minutos depois Bela Leindecker entrou em cena e interpretou clássicos do rock. A Convexo foi a primeira grife da noite a trazer para o palco modelos masculinos que desfilaram  trajes jovens e atuais, esportivos e descolados. "É a cara da juventude", resumiu alguém na plateia.

Peças evidenciavam o atrito com o corpo, compondo personagens ousados. Nos rostos, características próprias da idade, e nas roupas, cores fortes e quentes. Enquanto o desfile corria, a dupla de músicos seguiu entoando os clássico do rock. E como não poderia ser diferente, a dupla vestia roupas descontraídas, bem nos moldes roqueiros.

Observando o público, percebiam-se pés embalados pela melodia, dedos acompanhando as notas musicais e mãos batendo palmas em ritmo. Tudo isto fez do desfile da Convexo, mais do que uma apresentação da grife, uma identificação com o conceito de sustentabilidade. Um dos modelos apresentados, mostrou de forma muito criativa o propósito da marca: vestiu um colete em jeans enfeitado com solas de tênis.

E para fechar com chave de ouro, a Convexo trouxe a noiva que sempre se espera encontrar nos desfiles. Com um original vestido em lona branca, incluindo corpete adornado com tênis, surgiu a noiva com um visual diferente e perfeito, como tudo que já havia sido apresentado pela marca.

 

 

André Lima e o luxo na passarela

andre-lima

Mantendo a promessa de sugerir novas experiências e descombinações, a edição 2011 do Donna Fashion Iguatemi surpreende, a cada desfile, ao trazer as  tendências para o próximo verão. E um bom exemplo veio com a  grife  André Lima, a última a desfilar na sexta-feira.

O estilista apostou nas calças e macacões sofisticados com um movimento especial atribuído aos  tecidos nobres usados nas confecções. Brilhos para as festas, listras e paetês estavam presentes nos vestidos e nas jaquetas. A camisaria explorou recortes geométricos e outros detalhes que remetiam ao africanismo.

Quanto às cores, Lima se manteve nos clássicos preto, cinza, branco e prata, e abriu espaço somente para o rosa chiclete. Na cabeça das modelos, tiaras enormes lembravam as irmãs duquesas, que usaram acessórios extravagantes no casamento do Príncipe Willam.

Foi um desfile futurista, com peças ricas e ousadas, que surpreendeu o público e evidenciou o estilo de André Lima. Sorridente, o estilista paraense acompanhou a ultima rodada de suas criações na passarela.

 

 

Ex-aluna do IPA marca presença no DFI

gabriela

Gabriela Casartelli vestia um look totalmente moderno e mostrava familiaridade com o DFI. Ela é jornalista formada pelo IPA e trabalha na Estilo Exclusivo, uma assessoria de estilo e tendência, onde coordena o conteúdo de marketing, produções e textos.

Apaixonada por moda desde os 13 anos é uma estudante autodidata do assunto. Fez cursos de extensão paralelos à faculdade de comunicação e participou de desfiles como produtora de moda. Durante todo o curso de jornalismo demonstrou o seu interesse pela moda e fez parte do grupo que sugeriu à Agência Experimental de Jornalismo do IPA (AJor), a realização da cobertura do DFI que, desde 2008, marca presença no evento.

Gabriela conta que já entrou para o jornalismo pensando neste caminho, mas confessa: "Durante muito tempo eu neguei a moda dentro de mim. Fui exatamente contra, para depois perceber que estava fazendo a mesma coisa só que pelo outro lado". No seu período de negação da moda desejava trabalhar com política. "Queria fazer a revolução. Continuo querendo, mas agora quero fazer através da roupa", brinca.

Sobre o curso no Centro Universitário Metodista e o quando ele contribuiu para sua carreira, a jovem declara: "minha formação não teve nenhuma falha, sou bem orgulhosa disto" . Também destacou sua admiração pelos professores, e afirma ser grata pelas indicações de leitura e dicas que recebeu durante a graduação, tanto no IPA como nos estágios.

Gabriela indica a Rede Metodista e acrescenta: "como em qualquer instituição tem pontos a melhorar. E se não tiver, é sinal de problema, pois é impossível ser perfeito".

Integrante da primeira turma da manhã do curso, disse que guarda ótimas lembranças do quadro de professores. "Lisete, que admiro pra caramba, Mariceia que vai estar sempre no meu coraçãozinho, junto com a Valéria e Militão". Gabriela também revela que carrega consigo todo o aprendizado adquirido com o professor Roger, seu orientador de trabalho. E para ela, profissionais que vão além de 'ensinar' sempre serão lembrados pelos alunos. A jornalista Gabriela Casartelli é um belo exemplo para quem está no mundo da comunicação em busca do seu lugar ao sol. Seja na moda ou na política, o importante é fazer o que ser quer, o que se gosta!

 

 

Ricardo Tozzi no Donna Fashion

ricardo

Formado em administração de empresas, Ricardo Tozzi abriu mão da vida de executivo para tornar-se ator. Estreou na TV em 2005 como o Dr Harold, na novela Bang Bang e recentemente viveu o personagem Douglas, na novela Insensato Coração. Ao lado da atriz Maria Clara Gueiros, que interpretou a espevitada Bibi, formou um romântico e bem humorado par, no horário nobre global, cativando os telespectadores.

Após desfilar pela grife D´Marietta Girotto levando o público feminino ao delírio, o galã, que já havia participado da edição de 2009, falou ao Universo IPA sobre a experiência de estar novamente no Donna Fashion: "É uma delícia voltar! É um evento de primeira linha na  semana de moda."

Do aquário reservado para receber a imprensa, o ator posava para fotos das fãs, de todas as idades, que do outro lado do vidro se mostravam eufóricas com sua presença.

Simpático acenava e distribuia sorrisos. Feliz com a acolhida, Ricardo elogiou os gaúchos, pelo carinho e receptividade com que o acolhem. E complementou: "As mulheres gaúchas são lindas!" Tozzi encerrou o bate-papo com um tradicional e inesquecível: pô! Déia!

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA