banner multi
Capa Memória Cultura Moda #4 - ACT, Colcci e Serginho Moah
#4 - ACT, Colcci e Serginho Moah Imprimir
Escrito por Tássia Jaeger | Fotos: Emmanuel Denaui   
Segunda, 05 de Outubro de 2009 - 10:56

act

É chegada a primavera. E para acentuar essa estação mágica, modelos vestidas de fadinhas abrem o desfile da ACT espalharam pétalas de rosas pela passarela. Todo este clima para a entrada do simpático ator Sidney Sampaio.

Após a abertura encantadora ao som de “You’re Unbelieveble”, chega a trilha com “Stayin’ Alive” com os modelos que ditaram as tendências da ACT. O som mudou várias vezes, mas o tema se manteve associado a filmes que fizeram e ainda fazem sucesso.

Na coleção feminina, o que mais apareceu foram as batinhas floreadas, caídas no ombro combinadas com shorts jeans curtinhos. Algumas peças, no entanto, roubaram a atenção, como a regatinha em estilo folk e as franjinhas no busto, as calças pantalonas branca e floreada, o macacão social preto e a calça ultra larga cinza. Mas o grande destaque feminino foi para os pés. Os sapatos meia-pata nude foram o auge do desfile.

Já para os homens, a tendência foram as pólos com jeans e as sobreposições de camisa e camiseta. As baby looks e camisetas com estampa de suspensório também foram uma sacada bacana da marca.

 

Serginho Moa & ACT

Após o desfile da marca Acostamento, Serginho Moah concedeu uma entrevista ao Universo IPA . Falou sobre a moda e o o desfile.

O músico conta que recentemente firmou uma parceira com a ACT e está utilizando as roupas da grife em seus shows e nos eventos dos quais participa. Do desfile ele destacou os jeans e as pólos, uma maneira de estar bem vestido sem errar e se sentindo confortável. E quanto à sua maneira de vestir, ele diz não inventar muito. Para ele, o ideal é se sentir à vontade. Assim, costuma andar bem despojado.

Sobre o tema da edição desta edição, que dá ênfase à música, Serginho Moah concorda que tem tudo a ver com a moda.. Ele, particularmente, costuma se expressar em seus shows através da roupa. Ainda comenta que acha bacana se sentir bem com a roupa que veste e que ela também reforça a autoestima e a confiança.

 

Colcci, inspirada no Grunge

Com participação especial do ator Diego Cristo, a Colcci se inspirou no grunge californiano dos anos 90, ao ressaltar os efeitos puídos e rasgados em jeans desbotados ou coloridos.

Mas também chamaram a atenção do público os shorts femininos curtíssimos com a parte interna do bolso aparecendo. Os vestidos que encantaram foram os curtos na frente e compridos atrás; idéia apropriada também em algumas batas. Nas blusas e coletes muitas aplicações em dourado e cobre.

Para os homens, as camisetas largas, de tecido leve em tom nude (cor da pele), que lembram pijamas e as golas “V” profundas também inovam e agradam.

Nos pés, sandálias altas com salto dourado, cano alto e muito cadarço iluminam o visual. Vão desde o nude até o flúor, outra aposta da grife.

 

As cores bonitas da Convexo

por Manuela Pereira

Embalados pelo ritmo da banda Bidê ou Balde, a platéia foi convidada a chacoalhar as maracas que receberam antes do desfile. A primeira modelo a entrou na passarela como se estivesse indo à praia: chapéu, óculos, bikini e tênis lilás nos pés.

Novamente a marca usa a brincadeira dos cadarços para dar mais originalidade. Eles aparecem como tiaras, dreads, pulseiras, colares, trançados como coletes e cintos.

Estilos e décadas diferentes foram apresentados com algo em comum: o tênis. Ele apareceu nas versões bamba, tradicional cano alto, médio e longo em todas as tonalidades. Neon, animal print, multicoloridos e os modelos tradicionais também estão com tudo. Eles aparecem com blazer masculino, saia de paetê, meia calça arrastão, short de cintura alta, bikinis e short jeans.

A plateia surpresa assistiu a um espetáculo de cores. Com um look anos 80 , uma roqueira surge com um tênis maravilhoso vermelho brilhoso. Outro modelo aparece com uma super skinny verde néon, visual super punk combinado com o tênis.

Para reforçar a atitude da marca, a última cena foi de um casal de modelos usando apenas uma calça jeans com os sapatos entrelaçados caídos sobre o peito.

 

Next Generation | Fabíula Angonese

por Manuela Pereira

Na abertura do desfile da Nex Generation, dois modelos surgem representando elementos da cultura grega. Já de cara foi possível ver que os tons naturais estarão em evidência, mais do que isso, Fabíula trabalhou com a combinação de cores neutras como bege, palha, cobre, dourado envelhecido e acinzentado.

Outra aposta da estilista foi aliar o conforto à elegância e, para isso, a bela utilizou tecidos leves de bom caimento e caprichou no volume dos looks com pregas e drapeados. Para criar um visual mais natural às produções, em alguns momentos, a estilista utilizou corda como cinto.

A calça, com modelagem saruel, apresenta muitas versões, assim como os vestidos e blusas bem cortadas que esbanjam charme com detalhes de crochê nas costas. As bermudas com detalhes laterais, listras e aplicações de outros tecidos também surgem em tons crus.

As camisetas masculinas de malha com suas golas que viram capuzes, mantas, xales da vovó, babadores e pálas também são destaque na coleção.

 

Canal

por Manuela Pereira

Daniela Sarahyba entrou exuberante, numa calça maravilhosa com maxi-bolsos laterais. A modelo a seguir usou short jeans e camiseta transparente. E este mesmo estilo de camiseta apareceu também com recortes nas costas e estampas. O estampado, bem presente nas t-shirts manga curta, longa ou regata, trouxe elementos da natureza, flores e escritas.

Vestidinhos curtos e compridos também chamaram a atenção, eles apareceram nas versões soltinho, balonê e tubinho. Entre os detalhes estão as fendas nas costas, rendas, fitas no acabamento e feixos em cores diferentes. A coleção apresentou também vestidos compridos.

O jeans saruel e o skinny valorizaram as t-shirts usadas pelas meninas. As boyfriends rasgadas destacaram as produções. Outro curinga da coleção é a bermuda jeans que segue a mesma modelagem skinny, super legal para jogar com camisetão. Os lenços, algumas vezes em crochê complementaram os looks.

Na cartela cores como o cru (natural), o coral, telha, branco, uva, chocolate, azul turquesa, verde grama e cinza.

Destaque para a jaquetinha jeans que apareceu bem lavada, o colete de camurça com aplicação de tachinhas que arrasou e as sandalboots lindas que as meninas usaram.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA