banner multi
Capa Memória Cultura Moda Um mundo de algodão
Um mundo de algodão Imprimir
Escrito por Mônica Brum, Priscila Vanzin e Rafaela Haygertt   
Terça, 22 de Junho de 2010 - 16:48

dsc03156

O algodão cru, eleito como tecido exclusivo da coleção produzida por alunos do curso de Design de Moda, do Centro Universitário Metodista do IPA, ganhou diferentes tonalidades e looks, apresentados no desfile de modas, neste último domingo, na Associação Leopoldina Juvenil. O tema escolhido para a 8ª edição foi “Designer & Moulage – das formas nascem as roupas".

Considerado um tecido ecologicamente correto, o algodão, apareceu em peças masculinas, femininas e infantis com recortes, cores e diferentes propostas, para mostrar o potencial da matéria prima utilizada por quem cria, produz e divulga uma forma de vestir amigável com a natureza. O conceito determinado pelo curso para a coleção enfatizou a importância de três pilares da criação: formas, texturas e cores, e trouxe o desafio de utilizar como material apenas algodão e explorando as diferentes técnicas de tingimento.

Cada um dos grupos, divididos por semestre, trabalhou seu conceito a partir de um determinado público alvo, usando um estilista como fonte de inspiração. E, na sequência, as peças foram estruturadas nos manequins, através do processo de moulage. Somente após essas etapas é que foram desenhados os croquis. A professora de artes, Mariana Silva aprovou a proposta de apresentar as diferentes formas de utilizar um mesmo tecido. “Achei o desfile ótimo. Gostei de ver a criação de todos os semestres”, comenta a professora.

Os públicos-alvo foram, em grande parte, escolhidos a partir de conceitos criados pelo Future Lab Concept, um bureau de tendências, situado em Milão, que pesquisa comportamento de consumo e prospecta tendências futuras. Entre os grupos apresentados estavam expo teens, linker people, posh tweens, trendseeters deluxe man, singular woman, sense girls e bossa nova. Cada semestre também tinha um degrade de cores para o desenvolvimento das peças. Como estilistas, os nomes que serviram de inspiração foram Madeleine Vionnet, Balenciaga, Maniash Arora, Yoji Yamamoto, Walter Rodrigues, Viviane Westwood, Viktor e Holf e Martin Magiela.

Antes do desfile, foram apresentados alguns editoriais de moda produzidos por alunos dos cursos de Design de Moda e Publicidade e Propaganda do IPA. Cada ensaio foi inspirado em uma das décadas do século XX e tiveram como suporte o figurino dos filmes Chicago, Dama Negra, Grease, Hair e Flashdance. "É incrível o que os alunos conseguiram criar utilizando esse material”, afirmou o coordenador do curso, Carlos Ramiro Padilha, entusiasmado com os trabalhos dos alunos produzidos a partir do algodão cru.

A primeira turma de formandos do curso de moda encerrou o desfile ao apresentar suas coleções. Fabiana Medeiros, Melania Pol e Silvia Medeiros tiveram a liberdade para escolher seus temas. Cada qual trouxe à passarela cinco looks. Fabiana trabalhou com as formas de Courrèges e investiu em modelos plus size. Melania se inspirou em Napoleão e Michael Jackson, ao mostrar coletes bem estruturados. Silvia Medeiros apostou no conceito da sustentabilidade e dispensou aviamentos. Suas peças foram produzidas em viscolycra e fechadas a partir de amarrações.

galeria

Fotos de Rafaela Haygertt

 

Fotos de Mônica Brum

 

Fotos de Igor Fialho

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA