banner multi
Capa Memória Cultura Moda A nova geração da moda
A nova geração da moda Imprimir
Escrito por Manu Rysdyk e Monica Brum. Fotos de Emmanuel Denauí   
Segunda, 04 de Outubro de 2010 - 15:16

01Na sacola réguas e desenhos. Como inspiração Anna Sui e John Galliano. Para o futuro? Experiência para conquistar seu lugar no mercado de trabalho. Essa era a ideia da estudante Geysa Rodrigues Gonsalves, 20 anos, quando se inscreveu no concurso Next Generation, que acontece durante o Donna Fashion Iguatemi (DFI). O resultado? A chance de apresentar uma coleção completa durante o evento do próximo ano.

A estudante do 6º semestre do curso de Moda do Centro Universitário IPA foi uma das vencedoras do concurso. Ela levou para a passarela B, no 4º dia do DFI, dois looks que tiveram como tema "Imaginação e Realidade". O Universo IPA foi conversar com Geysa no Campus Dc Navegantes, depois da aula, para saber como foi o processo ate o concurso e o que vem pela frente.

Universo IPA - Como foi a preparação para o concurso Next generation?
Geysa Rodrigues Gonçalves - A primeira etapa é fazer um projeto e ser aprovado pela faculdade. Tem que realizar o projeto, criar um conceito, escrever um texto, uma justificativa, preparar uma tabela de cores, desenvolver cinco croquis e um painel de imagens. A coordenadora avalia e seleciona os trabalhos. A partir dai é preciso escolher dois croquis, fazer algumas modificações indicadas pela professora, contratar costureira, desenvolver os croquis, contratar modelo, fazer as provas. O custo é todo bancado pela participante. Alias, essa foi uma das reclamações no Donna Fashion, de que a instituição de ensino deveria dar mais apoio.

Universo IPA - Para a tua carreira, o que significa ter ganho o concurso?
Geysa - Eu fiquei muito feliz. Essa é "a oportunidade". Pois, quando eu pensei em participar o objetivo era só acrescentar algo no meu currículo, porque eu não tenho experiência. Eu ainda não trabalho e quero conseguir estágio, então o que eu queria era mesmo ganhar experiência. Ter conquistado o prêmio foi além das minhas pretensões. E é também uma grande responsabilidade, pois agora eu preciso apresentar uma coleção completa e não apenas dois looks. E para isso, preciso mais do que vontade, pois o custo é bem elevado. Vou precisar de apoio para desenvolver as peças.

Universo IPA – Tens algum projeto em mente para essa nova coleção?
Geysa - Alguma coisa. Mas, são idéias ainda. Pretendo montar uma marca e lançar junto com uma colega, a Paola Berger. Ela tem experiência com costura e eu gosto mais de desenho e modelagem. Nós vamos buscar apoio do Centro Universitário Metodista e patrocínio para desenvolver essa coleção. Essa é a idéia inicial.

Universo IPA – Qual foi a tua inspiração para a coleção apresentada no next generation?
Geysa - Imaginação e realidade, pois o tema que eles propuseram foi "o mundo é a moda". Depois de refletir sobre o tema e pesquisar cheguei à idéia de que o mundo consiste na união entre o que a realidade permite e a imaginação sem limite dos homens. A partir daí eu desenvolvi o conceito.

Universo IPA – Como foi o apoio dos professores?
Geysa - A coordenadora do curso Julia Picoli me orientou. Ela me ajudou ao mostrar pontos que eu podia mexer e melhorar, além de dizer o que mais funciona para uma apresentação. Acho essa ajuda foi bem importante, pois quem vai lá pela primeira vez não tem a noção do que fica melhor na passarela.

Universo IPA – Desenvolveste as peças sozinha?
Geysa - Não, eu fiz a modelagem da roupa e as aplicações dos paetês, das pastilhas. A costura foi feita por uma vizinha minha, que sempre faz trabalhos pra mim. No dia do evento, eu também contei com varias pessoas, entre elas, as modelos que foram muito queridas e prestativas. Para a produção do cabelo e maquiagem eu consegui apoio do salão Gurias, lá do Iguatemi.

Universo IPA – E no dia do desfile como foi?
Geysa - Na hora da apresentação fiquei nervosa. Ainda mais que eu tive um problema. Na primeira prova estava tudo certo. Mas, no dia a peça não entrou na modelo. A Paola que estava comigo, para me ajudar, estava mais calma, cortou a roupa e costurou o vestido no corpo da modelo. É preciso sempre de uma equipe, acho que nessa situação se eu estivesse sozinha não teria essa calma para pensar em abrir a peça e costurar.

Universo IPA – Quais são os teus planos para o futuro, após a faculdade?
Geysa - Eu quero fazer intercâmbio, ganhar mais experiência na área e quem sabe trabalhar com design gráfico ou mesmo em uma marca.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA