banner multi
Capa Memória Coberturas Especiais Expointer Visitantes degustam queijos serranos e coloniais
Visitantes degustam queijos serranos e coloniais Imprimir
Escrito por Luiz Antunes   
Quinta, 29 de Agosto de 2013 - 16:43

quiejoNa Expointer deste ano, muitos estandes estão comercializando queijos. Os dois tipos mais consumidos são os serranos e coloniais, que têm despertado o paladar das pessoas nos pedidos de “provinhas”.

Antônio Rodrigues Nunes trabalha com seu filho, Adler Antônio Pinto Nunes há dez anos no ramo dos queijos “serranos”. No estande “Aprocampus”, os dois comparecem à Expointer há três anos para apresentar ao público a qualidade do seu queijo. “Não tem segredo:coalho e leite sem ser pasteurizado. Vendemos também em Santa Catarina, destaca, Antônio.

Maria Delucci, aposentada, que comprava queijos, deu seu parecer sobre a qualidade do queijo serrano.  “É muito bom! Não tem muita consistência e é parecido com um Iogurte". 

De outra categoria, o queijo colonial pode ser encontrado em diversas áreas do evento. Muito comercializado na região metropolitana, o alimento atrai pessoas de todas as idades para as tradicionais “provinhas” nos pontos de comercialização. 

Zair Ferrari trabalha há 11 anos produzindo o queijo colonial na cidade de Carlos Barbosa e, desde seu primeiro ano no negócio, vem à Expointer. “O colonial é um queijo  pasteurizado, tem consistência, gosto marcante e por isso atrai tanta gente. Nós temos a matéria prima, que é de ótima qualidade, proporcionando um produto diferenciado. Lembrando que nosso estoque é bem recheado”. 

Os queijos serranos são mais caros, custam em torno de R$30,00 o quilo. O queijo colonial pode ser encontrado por R$20,00 ao quilo, sendo que o  valor aumenta conforme o peso desejado pela clientela. 

queijo2

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA