banner multi
Capa Memória Coberturas Especiais Expointer César Oliveira e Rogério Melo agitam o público da Expointer
César Oliveira e Rogério Melo agitam o público da Expointer Imprimir
Escrito por Moisés Machado   
Segunda, 07 de Setembro de 2015 - 14:37

CésarRogérioO fim de tarde do último dia da 38ª Expointer chegou com um show compatível com o título de maior feira na área de agronegócios da América Latina. Milhares de pessoas, num cenário que mais parecia uma competição por quem cantava mais alto ou sabia mais letras, foram entoados clássicos como “Os loco lá da fronteira”, canção que é marca registrada da dupla formada pelo itaquiense César Oliveira e o gabrielense Rogério Melo.

O público pôde acompanhar um apanhado do trabalho de 14 anos de dueto dos irreverentes e bem humorados, César e Rogério, que promoveram até um “mini baile” no palco. Atendendo à solicitação de César, não demorou muito para que o palco lotasse de casais dançando ritmos nativos do estado. Ao final, o melhor casal de dançarinos levou brindes exclusivos com a marca do dueto.

Durante o show, a dupla que participa do projeto “Desafio Farroupilha”, da RBS TV, onde percorrem o Estado atrás de um jovem talento da música tradicionalista, trouxe até o palco da Expointer, um desses novos talentos e finalista do desafio, Fernando Saccol, de Rosário do Sul.

Fernando Saccol

O rosariense falou da satisfação de cantar ao lado de seus ídolos: “Eu sempre admirei e me identifiquei muito com o estilo deles de cantar, e, hoje, subir ao palco com eles, é uma grande honra, uma emoção enorme, uma vez que tantos almejam estar ao lado de seus ídolos”, destacou Saccol. Ele ainda mostrou-se emocionado com o carinho com que foi recebido pelo público da Expointer. “Quando eu subi ao palco, foi possível notar que era um aplauso sincero, de quem gosta da música gaúcha, isso já é um prêmio. Aliás, tive dois grandes prêmios: essa noite, ao cantar ao lado dos meus ídolos, e o carinho desse público”, disse.

Ao final do show, César e Rogério concederam uma entrevista exclusiva ao Universo IPA, falando da importância dessa renovação na música gaúcha para que se mantenha viva a chama da tradição. 

César& Rogério

César, um dos integrantes da dupla, sucessora de nomes de peso do folclore gaúcho, como Luiz Menezes, Gildo de Freitas, Os Bertussi, entre tantos outros, quando questionado sobre o futuro da tradição gaúcha e a importância dessa renovação, lembrou que é preciso conhecer o passado para se construir o futuro. “Muitos dos jovens, hoje, não têm conhecimento sobre o trabalho de pessoas como Luiz Menezes, Os Bertussi, Paixão Côrtes e Barbosa Lessa, sem esquecer do Lupicínio Rodrigues, que contribuiu barbaramente com o folclore gaúcho. E há também jovens que não conhecem toda a história e o trabalho de uma pessoa como César Passarinho, por exemplo”, lembrou César.

vendaacitRecentemente o dueto lançou o “Cancioneiro do Rio Grande do Sul”, um apanhado de grandes clássicos do folclore gaúcho, que traz em sua essência os precursores da música folclórica do Estado, como José Mendes, Telmo de Lima Freitas, entre outros nomes que deram origem ao movimento cultural e musical, do qual originou a ampla e rica canção regional gaúcha. E, César, destacou a importância da renovação do quadro de músicos. Entretanto, tão importante quanto, é que a nova geração conheça toda a história do Rio Grande do Sul. “É necessário que não se perca jamais essa raiz, a identidade da nossa música gaúcha, mas a música gaúcha riograndense, a música feita aqui no Rio Grande do Sul”, destacou.

O dueto, que possui fãs de todas as idades, tem uma forte veia de aceitação entre jovens e crianças. Rogério atribui esse sucesso à espontaneidade, uma das marcas do trabalho do dueto. “A criança gosta disso, o jovem gosta disso, dessa maneira verdadeira de tratar as coisas. E a criança é muito verdadeira, então acredito que quando a criança gosta do teu trabalho é porque ali tem aprovação e, também , é um sinal de continuidade. A gurizada admirando nosso trabalho e dos nosso colegas é sinal da continuidade do nosso trabalho, do nosso folclore, da nossa tradição. E que esta se perpetue pelos anos afora”, diz Rogério.

Desafio farroupilha

A dupla, forjada em festivais, falou sobre a importância destes eventos nativistas para cultura do Estado, e os destacou como: “A maior vitrine dessa cultura”. E, na sequência, argumentou: “Tu vens de uma terra, Dom Pedrito, que tem um dos melhores públicos e um dos festivais que deve ser aplaudido, pois tem uma continuidade”. Também fez referências aos acertos, quando são projetados os festivais, os quais sempre contam com “uma comunidade engajada, e que fazem dele sempre esse sucesso”. E tais características se aplicam ao “Ponche Verde da Canção Gaúcha”, um festival realizado em Dom Pedrito, cidade natal do repórter do Universo IPA.

César ainda lembrou da riqueza cultural produzida pelos festivais e dos nomes que tem revelado. “Duvido que no mundo inteiro haja uma produção de música folclórica como a nossa aqui no RS. Se tu fizeres uma conta rápida, há anos atrás, eram 50 festivais, cada um produzindo 12 fonogramas, então é um infinidade de obras ao longo de todos esses anos de festivais”. E completou: “Eles fizeram um ciclo musical muito rico e também foram uma evolução da música gaúcha, com grandes poetas, grandes instrumentistas, grandes cantores. E o exemplo é que nós temos, são pessoas como Yamandu Costa, gerado dentro dos festivais”.

Hoje quando se fala em música regional, é impossível não citar o nome do dueto. Em 2013/2014, pelo CD “Era Assim Naquele Tempo”, foram finalistas da 14ª Edição do LatinGRAMMY e, também, do 25º Prêmio da Música Brasileira, prêmio este, onde são presença constante, e para o qual já foram indicados quatro vezes, sagrando-se campeões na categoria de “melhor dupla regional”.

O mês de setembro é de agenda cheia. A dupla tem mais de 20 shows marcados pelo Estado e também fora dele, além de inúmeras participações em programas de rádio e tv. Os artistas deverão estar em Porto Alegre, no dia 13, para gravação do Programa Galpão Crioulo da RBS TV, e à noite farão show no Parque da Harmonia. Já no dia 26 de setembro, fazem show no CTG Tiarayu, também em Porto Alegre.

Público

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA