banner multi
Capa Memória Coberturas Especiais Expointer Expointer 2015 encerra com queda de 37% no volume de negociações
Expointer 2015 encerra com queda de 37% no volume de negociações Imprimir
Escrito por Moisés Machado   
Terça, 08 de Setembro de 2015 - 10:04

ColetivaEncerramentoA 38ª edição da maior feira de agronegócios da América Latina, a Expointer, encerrou neste domingo, 06 de setembro. A edição fica marcada pela queda nos valores negociados, refletindo o momento de crise economia que o país atravessa. No âmbito geral, o volume de negociações foi 37 % menor, gerando uma queda de R$ 1 bilhão. Em 2015 o número total de negociações foi de R$ 1,7 bilhão e em 2014 registrou R$ 2,7 bilhões.

A queda já era esperada, tanto para produtores como para as autoridades presentes na coletiva de encerramento, realizada na Central de Imprensa da feira. O secretário Ernani Polo, lembrou as dificuldades encontradas para que a feira fosse realizada. “Houve boatos de que a Expointer não sairia este ano, isso nos desafiou a superar as dificuldades que se apresentavam”. Ele ainda agradeceu aos parceiros que possibilitaram que o parque fosse reconstruído, após ser atingido por um temporal, em dezembro de 2014, que destruiu cerca de 70% das dependências.

O governador José Ivo Sartori, contrariando o que se esperava e quebrando o protocolo, esteve presente na coletiva e elogiou o trabalho realizado pelo secretário de Agricultura, Ernani Polo, que liderou os trabalhos de realização da feira. Sartori destacou a experiência como exitosa e que foi além das expectativas. ”Nós tivemos os pés no chão para saber pedir ajuda e colaboração, com humildade. O esforço coletivo e comunitário é agregador e um exemplo de que somos capazes de vencer um desafio. Quando todo mundo trabalha junto, até Deus abençoa”, destacou o governador, lembrando que todo o período da feira foi de um clima estável.

A queda mais acentuada foi nas vendas de máquinas e implementos agrícolas, que ficaram 37% menores que o ano de 2014. O presidente do SIMERS, sindicato que atende o setor, Cláudio Bier, acredita que os números são reflexos da economia nacional e que em 2016 deva ser melhor. Outro setor que sentiu o declínio foi do artesanato, com 31% a menos de vendas.

Em contrapartida, o setor da agroindústria familiar continua mostrando ano a ano sua força. A edição de 2015 da feira totalizou R$ 2,2 milhões, um crescimento de 12,67%. Quem também só tem a comemorar é o setor de animais. O montante nas vendas foi acima de R$ 15 milhões, contra R$ 12 milhões em 2014, um crescimento de 23,8%. Grande parte desse aumento deve-se aos cavalos crioulos, que aumentaram a venda em 30%, e aos bovinos de corte, 60% a mais do que o ano anterior.

O Parque de Exposições Assis Brasil recebeu neste ano 509 mil visitantes contra 502 mil em 2014.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA