banner multi
Capa Memória Coberturas Especiais Feira do Livro Jornalista Flávio Fachel lança livro
Jornalista Flávio Fachel lança livro Imprimir
Escrito por Eduardo Malta Oliveira   
Quinta, 17 de Novembro de 2011 - 14:00

flavio-fachelNa tarde do ultimo sábado, o jornalista Flávio Fachel lançou o livro Dicas de #Telejornalismo na 57º Feira do Livro de Porto Alegre. O belo dia de sol com temperatura agradável levou uma multidão de pessoas para a feira, muitas delas com o objetivo de conseguir um autógrafo do jornalista e correspondente internacional.

Gaúcho, Fachel formou-se jornalista, em 1993, pela PUCRS, e no mesmo ano, ingressou no projeto Caras Novas da RBSTV, onde foi editor e repórter. Em 1998, recebeu convite da Rede Globo pra trabalhar na Amazônia. Desde 2010, Fachel compõe o time de correspondentes internacionais da Rede Globo em Nova York.

No ano de 2009, Flávio Fachel conheceu o twitter, rede social onde hoje tem cerca 22 mil seguidores. Seu perfil se tornou referência para alunos e também para jornalistas já formados, pois a cada dia o repórter compartilhava dicas de telejornalismo.

O próprio Fachel explica o surgimento do livre dizendo que "depois que comecei a divulgar as dicas, muita gente que me segue no twitter começou a dar a idéia de reunir tudo em um livro tradicional. Desde então, comecei a organizar as dicas por temas e a preparar o livro".

Quando questionado sobre a oportunidade proporcionada pela Feira do Livro, e de ter contato direto com seus seguidores, Fachel respondeu: "Importante, pois aqui é olho no olho, no twitter é só troca de mensagens. Qualquer oportunidade que temos de nos aproximar, é bacana".

O Universo IPA aproveitou a visita e conseguiu uma entrevista exclusiva com o jornalista.

Universo IPA - Como e quando surgiu a ideia do livro?
Flávio Fachel - A resposta está no livro: depois que comecei a divulgar as dicas, muita gente que me segue no twitter começou a dar a idéia de reunir tudo em um livro tradicional. Desde então, comecei a organizar as dicas por temas e a preparar o livro que, hoje, está disponível para compra apenas pela internet, no site http://dicasdetelejornalismo.fachel.com.br

Universo IPA - Dentre todas as dicas que constam no seu livro, qual você considera a mais importante?
Flávio Fachel - Todas são importantes, cada uma dentro da sua finalidade. Não há uma só dica apenas que seja definitiva ou conclusiva para o trabalho de qualquer jornalista. O importante é ter consciência do que se faz dentro dos princípios éticos e da vontade de acertar e buscar a informação.

Universo IPA - Após todas essas dicas, você considera a possibilidade de um dia se tornar professor em uma universidade?
Flávio Fachel - Gosto de dar aulas. Costumo realizar cursos esporádicos de reportagem. Tenho a idéia de iniciar, no Rio de Janeiro, um centro de treinamento permanente para repórteres. Um curso prático que seja complementar ao que se aprende nas universidades.

Universo IPA - Muitos jovens jornalistas poderão utilizar-se do seu livro para evitar alguns erros. Você gostaria de ter tido um livro como este no começo da sua carreira? Teria facilitado o seu dia a dia de repórter?
Flávio Fachel - Isso eu também conto no livro. No início da carreira, lembro dos jornalistas mais experientes que tiveram a paciência de me ensinar alguns dos segredos do dia a dia da profissão. Isso é raro hoje em dia e também era raro naquela época. Nesse sentido, seria muito importante e teria facilitado muito, sim.

Universo IPA - Como iniciou a sua carreira?
Flávio Fachel - Comecei minha carreira depois de fazer parte do 'Projeto Caras Novas', da RBSTV. Antes disso, ainda estudando na Universidade do Amazonas, já tinha trabalhado como repórter em Manaus, na RBN da Rede Manchete. Já na RBS, fui repórter em Cruz Alta e, depois, fui editor do programa Cone Sul e repórter em Porto Alegre.

Universo IPA - Você imaginava enquanto estudante que seria correspondente internacional?
Flávio Fachel - Como eu comecei muito tarde no jornalismo, achava que seria apenas um repórter em Porto Alegre. Com o tempo, as oportunidades foram surgindo. Recebi convite para trabalhar na TV Globo na Amazônia, realizando cobertura para o Jornal Nacional. Depois disso, fui convidado para ir para o Rio de Janeiro, trabalhar na Editoria Rio da TV Globo. Hoje, estou aqui em Nova York. Nunca planejei nada disso: apenas fui realizando o meu trabalho da melhor forma possível.

Universo IPA - Qual é o maior desafio de ser correspondente internacional?
Flávio Fachel - O maior desafio é não esquecer de que o seu telespectador é brasileiro. A cobertura deve ter o olhar do brasileiro, senão, será uma cobertura estranha aos olhos do telespectador.

Universo IPA - Recentemente, sua colega Monalisa Perrone foi agredida durante uma reportagem ao vivo. Qual a maior saia justa que você já enfrentou na carreira? E como saiu dela?
Flávio Fachel - Nunca passei por nada parecido com o que aconteceu com a colega. Acho que aquilo é assunto para ser resolvido na Justiça. Quanto a uma "saia justa", elas acontecem muito em entradas ao vivo. Certa vez, deu um branco e esqueci completamente o que teria que dizer em uma entrada. Para piorar, não conseguia ler nada no papel que tinha nas mãos. Fiquei uns 7 intermináveis segundos sem dizer nada, procurando o texto nas minhas anotações. Sete segundos é uma eternidade quando se está ao vivo...

Universo IPA - Por que você considera o Twitter um dos meios de redes sociais mais importantes para os jornalistas exporem suas ideias?
Flávio Fachel - Todas as mídias sociais possibilitam um contato em uma intensidade que não existia antes entre as pessoas: de forma direta, sem intermediários. Isso vale para qualquer pessoa, não só os jornalistas. Entretanto, a mídia convencional ainda é o lugar onde os jornalistas encontram maior espaço para publicar suas reportagens porque, pelo menos por enquanto, as pessoas ainda procuram as confirmações do que lêem, vêem e ouvem na internet nos veículos tradicionais.

Universo IPA - Em sua opinião, como você define a profissão de jornalista?
Flávio Fachel - O jornalista é o profissional encarregado de jogar luz sobre os assuntos que devem ser debatidos pela sociedade.

Universo IPA - Podes deixar algumas dicas para os futuros jornalistas que são leitores do site Universo IPA?
Flávio Fachel - Uma boa dica é adquirir meu livro, que tem centenas delas!

 

Dicas de #Telejornalismo

O livro está a venda no site http://dicasdetelejornalismo.fachel.com.br no valor de R$ 38,00. O frete é grátis para todo o Brasil.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA