Bailarina sem breu Imprimir
Escrito por Gisele Perna   
Sábado, 30 de Outubro de 2010 - 21:54

mariana-02"Tenho para mim que só podem dedicar-se às crônicas as pessoas otimistas". A frase abre o livro de Mariana Bertolucci e é escrita por nada menos que Luiz Antonio Assis Brasil, escritor e futuro Secretário de Cultura do Estado. Se para ele as pessoas que escrevem crônicas tendem a ter um pensamento otimista, Mariana é com certeza uma delas.

No livro Bailarina sem Breu, Mariana Bertolucci, hoje, jornalista do grupo RBS TV e colunista Vip do jornal Zero Hora, escreve várias crônicas que unem sua paixão pela escrita e a forma dinâmica do jornalismo. Apesar do título levar a palavra bailarina e por Mariana ter feito bale desde seus 4 anos, as crônicas não são direcionadas à dança. Elas falam sobre vários assuntos, sempre pelo lado otimista das situações cotidianas. O breu citado no título é aquele pozinho que as bailarinas usam para não escorregar no palco, é uma analogia ao não escorregar na vida.

Suas crônicas falam de amor, esperança, do desejo das coisas simples, do humor das pessoas e pensamentos singelos. Como seu primeiro degrau na carreira como escritora, Mariana ressalta que neste livro ela pode dar assas a sua imaginação, tendo maior liberdade através das folhas brancas de papel, aproximando mais a forma escrita de sua personalidade. Seu trabalho como jornalista é percebido através do dinamismo das palavras.

Em seu lado escritora, Mariana comenta ser uma aprendiz e não ter muita disciplina durante o processo de criação. As imagens passam em sua cabeça. Há uma construção imaginativa que antecede a sua ida para as folhas. Porém, é como entrar no palco para dançar. Nunca se sabe, mesmo tendo certeza dos passos a dar, o que pode acontecer é sempre uma surpresa. Então, as cortinas se abrem e é chegada a hora de conhecer o lado escritora de Mariana Bertolucci e ler crônicas como "Como carta a uma mulher carente", "Autossabotadoras" e "Saudade".

O livro Bailarina sem Breu editado pela Libretos, com 88 páginas, está a venda por R$ 26,50 no estante de autógrafos da Feira do Livro.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA