banner multi
Capa Memória Coberturas Especiais Feira do Livro A 'voz do poste' orienta quem vai à Feira
A 'voz do poste' orienta quem vai à Feira Imprimir
Escrito por Gabriel Marçal   
Sexta, 05 de Novembro de 2010 - 12:19

voz-posteQuem perambula pelas ruas da 56ª Feira do Livro já escutou uma voz feminina, suave e determinada a orientar a todos sobre a programação do dia e, ainda, pronta para divulgar os serviços de utilidade pública. Mas, poucos sabem que por trás dos microfones se revezam importantes personagens da feira, sempre atentas para que as atrações do dia sejam devidamente divulgadas.

Cléa Motti é a "voz do poste" há dez anos. Ela começa seu trabalho ao meio dia e meia e só encerram as suas atividades às 21horas, todos os dias da semana, inclusive em feriados. De acordo com a locutora, "o roteiro é o guia da feira. Ele está no site, e eu me guio por ele para chamar os eventos daquele horário".

Sobre o seu trabalho, Motti lembra que nem sempre foi assim. "No começo, a gente até liberava para qualquer pessoa. Mas, mas aí tinha gente que abusava um pouquinho, porque não se dão conta que temos uma linha a seguir, e que a função da 'voz do poste' é divulgar a programação da feira". Nos anos anteriores, a locutora anunciava a programação e serviços para toda a feira, mas as coisas mudaram. Nos últimos anos, conta Cléa, a área infantil, lá no Cais do Porto, ganhou a sua 'voz do poste' e ela passou a ficar só na área geral.

Na área infantil uma das responsáveis pelos anúncios é a estudante de jornalismo da PUC, Bruna Lopes que está pela primeira vez trabalhando com a Voz do Poste na Feira do Livro. "Eu consegui o cargo através de uma professora que pediu indicações dentro da faculdade". Bruna tem um horário de trabalho menor que o da Cléa. "Na verdade aqui a gente se divide. Tem uma menina que fica das 9 às 15h e eu que fico das 15h às 21h", relata a estudante.

As duas tomam cuidados especiais com a voz para que nada possa atrapalhar sua função, "Nunca me aconteceu de ficar sem voz e nem gripada. Mas me cuido para não pegar nenhuma gripe, bebo bastante água para não secar a garganta, além de não deixar o ar condicionado muito gelado", explica Cléa. Já a estudante prefere não refrescar a garganta como a colega, "O segredo é não comer alimentos gelados, tentar não tomar água e nem comer coisas muito pesadas".

A Voz do Poste é uma função presente a Feira do Livro desde a sua 42ª edição. Sua função é divulgar informações para todos os visitantes possam transitar de forma mais tranqüila e agradável pelos espaços do maior evento literário gaúcho.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA