banner multi
Capa Memória Coberturas Especiais Feira do Livro Lugar de repórter ainda é na rua
Lugar de repórter ainda é na rua Imprimir
Escrito por Gisele Perna   
Terça, 16 de Novembro de 2010 - 10:26
ricardo-02
Ricardo Kotscho na Feira do Livro: jornalismo a moda antiga. Foto de Bruno Alencastro

Na última semana de Feira do Livro, as atividades esquentaram. No sábado à tarde, dia 13, ocorreu o lançamento do livro (biografia) 'Lugar de Repórter ainda é na rua - O Jornalismo de Ricardo Kotscho', com uma homenagem ao seu principal personagem, através de um encontro na Sala dos Jacarandás, no Memorial do Rio Grande do Sul. Além da presença de Kotscho, lá estavam os autores do livro 'Lugar de Repórter é na Rua', Mauro Junior, da Tv Globo, e o colega de profissão, o jornalista José Roberto de Ponte. E para mediar o bate-papo, o também jornalista, Carlos Wagner.

Ricardo Kotscho, que hoje escreve em seu blog 'Balaio do Kotscho', é o que podemos chamar de jornalista à moda original. Ainda usa seu velho bloco de notas, mesmo que hoje em dia tenha aberto mão de sua máquina de escrever em prol do uso dos computadores. Defende com veemência o uso do caderninho de fontes para contato, bem como as apurações meticulosas dos fatos, vivenciando a pauta com todo o empenho.

Ricardo Kotscho passa por uma nova fase de sua carreira. Trabalha na varanda de sua casa, e em meio aos cigarros e cafés, ele escreve em seu blog, mas durante muito tempo ele atuou nas redações mais disputadas do Brasil: Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo.

É dessa época que Kotscho fala com saudades e dá uma grande aula sobre o que é o jornalismo e como hoje o oficio é passado nas instituições de ensino: "Não se valoriza mais o repórter que vai até a matéria. Sei que hoje temos mais tecnologias e as informações nos chegam rápido, mas a emoção de ir até as pautas e construir as matérias era muito mais emocionante".

O livro 'Lugar de Repórter ainda é na rua - O Jornalismo de Ricardo Kotscho' nasceu do trabalho de conclusão de curso em Comunicação Social, onde os colegas Mauro Jr e José Roberto decidiram enfatizar as análises, na figura do ilustre colega Kotscho. "Ele vivenciou momentos históricos da sociedade brasileira, sempre escrevendo sobre a realidade do Brasil. Kotscho é um manual sobre o que é jornalismo de verdade" Enfatizou Mauro Jr.

Instigados pelo mediador Carlos Wagner, para falar como foi a busca pelas informações, ambos autores responderam que seria fácil colocar o nome de Kotscho no Google, e possivelmente sairia muita coisa, mas a necessidade da pesquisa era entender o jornalista dentro do mecanismo do jornalismo, e para isso, seria necessário garimpar. "Garimpou-se muito. Tínhamos 28 entrevistas feitas, vários documentos e artigos feitos por ele, mas o principal era entender a dinâmica de trabalho de Kotscho, a aproximação dele com a rua, ambiente que ele defende ser o local ideal de trabalho para o repórter", disse José Roberto.

Já o principal personagem do livro foi instigado por Calos Wagner a falar sobre a experiência de ser a história a ser contada: " Jornalista é um contador de histórias, e eu estou acostumando a contá-las, mas não serei eu o fato narrado, isso foi muito estranho."

Durante o bate-papo, muitas pautas foram levantadas, entre elas, o exercício da função de repórter e as políticas das redações, bem como as relações intrapessoais que nela ocorrem. Segundo Kotscho, o fascínio da profissão jornalística é descobrir personagens, lugares e histórias, e depois narrá-las. Para isso, é necessário que os ambientes das redações sejam receptivos aos elementos de discussões, criticas, pesquisas e outros.

Lugar de Repórter ainda é na rua - traz diversas entrevistas com personalidades que fazem parte da história de Kotscho, como o presidente Lula e os colegas de profissão Clóvis Rossi e William Waack, além e depoimentos de seus familiares.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA