banner multi
Capa Memória Coberturas Especiais Fronteiras do Pensamento Cameron Sinclair é o terceiro convidado do Fronteiras do Pensamento 2012
Cameron Sinclair é o terceiro convidado do Fronteiras do Pensamento 2012 Imprimir
Escrito por Anselmo Cunha   
Terça, 05 de Junho de 2012 - 14:37

CAS-portrait-July-2010O arquiteto britânico coordenador da organização Architecture for humanity (Arquitetura para a humanidade), Cameron Sinclair, apresentou nesta segunda-feira (05/06), a terceira conferencia do Fronteiras do Pensamento 2012. Com o tema "Arquitetura para os 99%", a palestra mostrou como funcionam os projetos de arquitetura sustentável realizados pelo palestrante ao redor do mundo. O evento ocorreu no Salão de Atos da Ufrgs.

O que levou Cameron Sinclair a trilhar um caminho diferente de seus colegas de profissão foi saber que menos da metade da população mundial usufrui dos serviços de arquitetura atualmente. Enquanto os outros profissionais da área trabalham na construção de grandes prédios nas metrópoles, o coordenador do projeto Architeture for Humanity optou por ajudar as pessoas de diversos países que necessitam de seu serviço por enfrentar situações de risco como pobreza, guerras e desastres naturais. "Nós reunimos profissionais que se importam com o bem-estar das pessoas", afirma o conferencista.

O trabalho realizado pela organização consiste em fazer construções como casas, escolas ou ginásios esportivos resistentes de forma sustentável. Para isso, o arquiteto busca utilizar matéria-prima disponível na região, a fim de diminuir os custos de produção. O projeto oferece ainda, cursos para que os beneficiados pelas construções possam trabalhar por sua própria conta, o que gera uma economia ainda maior e uma profissionalização da mão-de-obra local.

Em sua conferencia, Cameron apresentou vários de seus projetos, dois deles realizados no Brasil: o "Homeless Worldcup Legacy Center", na cidade de Santa Cruz, no Rio de Janeiro e o "Vida Corrida Sports Center", na cidade de São Paulo, ambos com a intenção de expandir a prática esportiva para regiões carentes das grandes cidades. O arquiteto defende que para diminuir a criminalidade no país é preciso mapear as zonas que tenham altas taxas de criminalidade e promover ações sociais nestas regiões. "Nenhum livro acadêmico vai salvar o Brasil, mas sim o mapeamento do crime", defende o palestrante.

Para mais informações sobre o trabalho da Architecture for Humanity acesse o site da organização: http://architectureforhumanity.org/

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA