banner multi
Capa Memória Coberturas Especiais Protestos pelo Brasil
Protestos pelo Brasil
O gigante está acordado? Imprimir
Escrito por Bruno Moura   
Segunda, 24 de Junho de 2013 - 02:02

017Porto Alegre. Quinta-feira, 20 de junho de 2013. Próximo das 18 horas, tempo chuvoso na Capital, com ventania e 13º. A Praça Montevidéu estava tomada por manifestantes dos mais variados perfis: dos mais novos aos mais velhos e dos mais entusiasmados aos mais tímidos. Os cantos eram muitos, as reivindicações também. Algo em torno de 20 mil presentes estavam preparados para protestar contra a corrupção. Enquanto alguns se protegiam da chuva com guarda-chuvas e capas, outros permaneciam desprotegidos enquanto cantavam.
 
Do que o povo vai lembrar? Imprimir
Escrito por Thamires Rosa   
Segunda, 24 de Junho de 2013 - 01:56
protesto2Em outro momento, a única coisa que as pessoas poderiam imaginar para uma quinta-feira chuvosa e fria seria correr para casa e permanecer aquecido e seguro no aconchego do lar, depois de um dia de trabalho, neste dia 20 de junho, não foi o que aconteceu em Porto Alegre. O clima não impediu que 20 mil pessoas tomassem as ruas para manifestar sua insatisfação com o país.
 
A gota d´água: R$ 0,20 e o saldo Imprimir
Escrito por Fredo Tarasuk   
Quarta, 19 de Junho de 2013 - 17:50
leao
Se o que está em jogo são números, então, calculemos: um dia de 24 horas em uma cidade de 1,51 milhões de pessoas. Um sistema de transporte urbano que movimenta cerca de 325 milhões de passageiros por ano. Duas passagens, uma de ida e outra de volta, no mínimo. Um valor de R$ 3,05, diminuído na base do grito para R$ 2,85 por viagem. A gota d'água, um número bem pequenino, R$ 0,20. "Não imaginava que isso pudesse ser real", pensei enquanto descia do T9, no centro da cidade, naquela segunda-feira gelada, dia 17 de junho.
 
Não vale mais a pena ir às ruas? Imprimir
Escrito por Fredo Tarasuk   
Segunda, 24 de Junho de 2013 - 01:27
protestoO clima tenso que presenciei durante as duas manifestações que cobri em Porto Alegre (segunda, 17 e quinta, 20) me deixou essa sensação. O brasileiro está nas ruas e sabe pelo que quer protestar (afinal, motivos não faltam) mas não sabe se organizar. Por quê? O simples motivo de não haver educação e consciência política na formação intelectual de nosso povo. Nossa educação está jogada às traças desde a época da colonização, e isso vem se refletindo desde então. Como cheguei a essa conclusão? Andando pelas ruas da cidade. 
 
Os movimentos sociais na era da internet Imprimir
Escrito por Gabriel Guidotti   
Segunda, 17 de Junho de 2013 - 16:04
protesto
A guerra civil foi lançada! E por um motivo fútil: 20 centavos. Em São Paulo e Porto Alegre, manifestantes tomaram as ruas centrais das capitais buscando protestar contra o aumento das passagens de ônibus. Entretanto, seria ingenuidade pensar que tamanho conflito gerado entre vândalos e polícia seja medido por um valor tão irrisório. Em uma oportunidade de movimento social, pessoas de diversos credos e escrúpulos se reuniram para mostrar seu descontentamento geral – de formas diferentes.
 
Mais notícias...
<< Início < Anterior 1 2 Próximo > Fim >>

Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA