banner multi
Capa Memória Esportes Porto Alegre anoitece e acorda vermelha
Porto Alegre anoitece e acorda vermelha Imprimir
Escrito por Matheus Pannebecker   
Segunda, 16 de Maio de 2011 - 14:29

inter-gauchao-2011Os titãs do futebol disputaram nos pênaltis o grande vencedor do Gauchão 2011. Na partida decisiva existia muito mais do que uma campeonato em jogo. O Gre-Nal de ontem (15/05) foi também, um duelo entre técnicos. Os jogadores estavam em campo, mas, na realidade, a atenção estava voltada para Paulo Roberto Falcão e Renato Portaluppi. Afinal, qual dos ídolos, no final do dia, estaria comemorando o título?

Independente do vencedor, nenhum dos técnicos esperava uma partida tão sofrida e eletrizante. O Gre-Nal de ontem foi um dos mais intensos dos últimos anos, deixando em puro nervosismo até mesmo o menos cético dos torcedores. O Grêmio podia perder por até um gol de diferença e ainda assim sairia vitorioso do confronto. Contudo, o Inter revidou a derrota em casa na partida anterior e fez 3X2 sobre o Grêmio, levando a partida para os pênaltis, onde saiu vencedor.

Interessante ver o notável contraste entre os momentos iniciais e finais da tarde de ontem. Antes da partida, Falcão observava silenciosamente a torcida gremista com placas que portavam dizeres como: "Fica Falcão". Há poucos metros dali, Renato dava declarações dizendo que havia preparado o seu time para sair campeão. O jogo, como sempre, foi cheio de provocações, tanto por parte dos jogadores quanto dos torcedores.

Nada mais previsível e esperado para esse que, provavelmente, é o acontecimento que mais movimenta a euforia dos gaúchos. O que se viu na partida foi um duelo constante de qualidade, onde era impossível saber quem seria o vencedor. Tudo parecia estar diferente a cada minuto e com um placar em mudança a todo instante. A glória, entretanto, ficou com os colorados. Futebol nunca é jogo de cartas marcadas.

Mesmo com a derrota, Renato não sai enfraquecido dessa história – até porque a sua presença como treinador foi um desejo da tão exigente torcida. O técnico pode até amargar uma trajetória no time sem títulos, mas permaneceu, até o último minuto esbravejando em campo para o time, como se fosse entrar em campo para reverter a situação – algo que Falcão, mais sóbrio e silencioso, não faz, e que lhe causa tantas críticas.

Não é possível dizer se um técnico mereceu mais que outro, mesmo que o placar final aponte a glória colorada. Futebol também é feito de timing e de sorte, aspectos que nem sempre aparecem no momento correto. Pode-se dizer que a vitória significou mais para o Inter e especialmente para Falcão. Ele, que antes já foi técnico e não adquiriu credibilidade em sua primeira investida, parece ter sua confiança renovada. Se Renato já teve merecidamente seus momentos de adoração por ter revigorado a equipe do Grêmio após a era Silas, Falcão repete o efeito no time colorado, após as decepções da fase Celso Roth.

Falcão, que começou com o pé direito ao vencer um Gre-Nal, mas depois amargou críticas por perder a Libertadores e a disputa passada entre os dois times finalistas, agora pode respirar aliviado. Tanto pelos colorados, que hoje enxergam nele um antigo ídolo e, agora, um técnico vitorioso, mas também pela torcida gremista que, ontem, no próprio estádio, silenciou ao ver que nem sempre vale subestimar o adversário. Falcão sofreu para se adaptar ao time. Isso, como já dito, lhe custou a Libertadores e um Gre-Nal. Mas parece que, a partir de agora, a situação finalmente engrenou, já que o clássico serve para dar novo fôlego a qualquer pessoa.

É no mínimo admirável a decisão do treinador colorado ter saído de sua posição confortável de comentarista esportivo para entrar na perigosa selva que é o mundo de futebol. Resta saber, agora, qual dos dois leões vai prevalecer no futuro. Teria sido o Gre-Nal 387 apenas um desvio de percurso de Renato? Um golpe de sorte de Falcão? Ou um retrato fiel da qualidade das duas equipes e seus treinadores? Ora, isso não é decidido em apenas uma partida como o título do Gauchão. Só o tempo poderá nos dizer!

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA