banner multi
Capa Memória Esportes Da várzea à glória
Da várzea à glória Imprimir
Escrito por Nícolas Andrade   
Quarta, 18 de Maio de 2011 - 11:19

leandro-damiaoApós um início de carreira duvidoso no futebol da várzea paulista, o atacante Leandro Damião hoje se mostra uma das principais apostas do futebol brasileiro. Principal nome do Inter na conquista do Gauchão 2011, Damião já soma a artilharia da competição, o premio de melhor jogador e uma convocação á seleção brasileira.

Ainda como "Leandrão" , atacante assinou seu primeiro contrato profissional no ano de 2007, aos 17 anos, com o modesto time do Atlético de Ibirama, de Santa Catarina, para ganhar R$ 100 por mês.

Duas temporadas depois despertou o interesse dos olheiros colorados que trouxeram o garoto para disputar campeonatos da base.

No Inter virou Leandro Damião, artilheiro da Copa Federação Gaúcha de Futebol, foi integrado ao time principal onde não recebeu muitas oportunidades de inicio. Por uma casualidade do futebol era ele o único atacante colorado no banco de reservas no jogo mais importante do ano de 2010, simplesmente a final da Libertadores da América. Em um jogo confuso, recebeu o chamado do técnico Celso Roth, o jovem atacante correu sem olhar pra trás e encarou o principal desafio da sua carreira. Uma arrancada foi o necessário para tornar o garoto da várzea um dos nomes que ficaram pra sempre na história colorada, Damião marcou o segundo gol do Inter e a partir dali viu sua carreira decolar. Assim como todo o time colorado, encarou o desastre do mundial interclubes no mesmo ano, mas não deixou que isso abalasse e resolveu fazer da temporada de 2011 a sua temporada.

O ano começou e Damião desde o primeiro jogo em que os titulares do Inter atuaram, já saiu como titular e marcando gol, algo que viria a se repetir 21 vezes nos 21 jogos que iriam ser disputados até a final do Gauchão, no último domingo. O atacante fez gol de todos os jeitos, mostrou ser decisivo quando precisou e não à toa recebeu uma oportunidade do técnico da seleção brasileira, Mano Menezes. Com a camisa 9 , o atacante entrou como titular no jogo contra a Escócia e mostrou seu bom futebol, sendo elogiado pelo técnico ao fim do jogo.

Hoje Damião se encontra em seu melhor momento no futebol, assediado por clubes da Europa e com seu nome conhecido pelo cenário mundial. O atacante garante que quer permanecer no Inter. Em uma de suas entrevistas coletivas demonstrou que confia no projeto colorado e quer fazer ainda mais história pelo clube: "Tenho contrato até 2016, podia ter contrato vitalício. Meu projeto é ficar aqui".

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA