banner multi
Capa Memória Esportes Um grande espetáculo, para um grande campeão
Um grande espetáculo, para um grande campeão Imprimir
Escrito por Nicolas Andrade   
Terça, 30 de Agosto de 2011 - 12:19

28_MVB_LUTANo último sábado (27/08) ocorreu o tão aguardado Ultimate Fighting Championship (UFC). O evento de lutas reuniu mais de 20 mil torcedores, na Arena de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, sem contar os milhares de espectadores do mundo todo que acompanharam pela televisão.

O UFC há anos já é o principal evento de lutas em receita e um dos esportes que mais arrecada dinheiro ao redor do planeta. Com origens no Brasil, o UFC começou em 1993 como o primeiro evento renomado de vale-tudo, uma modalidade de combate sem armas, onde os lutadores utilizam apenas os seus corpos para ferir com poucas regras. O esporte que tingiu grande notoriedade nos EUA, voltou às suas origens no auge de seu sucesso, neste final de semana.

O card principal de lutas no Rio de Janeiro começou com a derrota do brasileiro Luiz Cane para o búlgaro Stanislav Nedkov. Após essa luta, o Brasil começou a dominar o octógono de combate. Rodrigo "Minotauro" superou as expectativas e nocauteou seu adversário, o americano Brendan Schaub, ainda no primeiro round, naquele que foi eleito o melhor nocaute da noite pelo público.

Logo em seguida, foi a vez do também brasileiro Edson Barboza vencer o inglês Ross Pearson, na decisão dos juízes. A penúltima luta era uma das mais aguardadas pelo público e não decepcionou. Maurício "Shogun" nocauteou uma das estrelas americanas do esporte, Forrest Griffin. A luta principal chegou, e com ela veio o delírio do público quando o campeão dos médios, o brasileiro Anderson Silva, principal nome do UFC na atualidade, entrou no ringue para enfrentar o japonês Yushin Okami. Incentivado pelos gritos da massa que lotava o ginásio, "The Spider" como é conhecido, não tomou conhecimento do adversário e aplicou um nocaute no segundo round, após um show de técnica e agilidade durante a luta. Aplaudido de pé pelo público, Anderson declarou sua felicidade de lutar em casa e além do seu cinturão, manteve sua fama de invencível.

O evento foi considerado um sucesso pelos organizadores e segundo Dana White, presidente do UFC, o ano de 2012 também terá lutas em solo brasileiro.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA