banner multi
Capa Memória Esportes Le le le, Home Run!
Le le le, Home Run! Imprimir
Escrito por Frederico Tarasuk Trein   
Segunda, 10 de Dezembro de 2012 - 16:44

baseballBeisebol, do inglês Baseball, ao que tudo indica, é um esporte originário da Inglaterra e seria uma evolução do Cricket, praticado no século XVIII. Entretanto, o beisebol atual foi concebido pelo norte-americano Abner Doubleday, por volta de 1839, e chegou ao Rio Grande do Sul apenas em 2006. Apesar de poucos anos de vida no Estado, vem ganhando espaço e conquistando cada vez mais praticantes.

O beisebol é um esporte no qual duas equipes compostas por nove jogadores cada, além dos técnicos, dirigentes e, geralmente, quatro árbitros, atacam e defendem as posições, na tentativa de alcançar maior número de pontos. As regras são cheias de sutilezas, o que o torna extremamente apaixonante. No jogo, são usados um bastão que pode ser de alumínio ou madeira, luvas de couro, uma bola feita de cortiça envolta em algodão e couro, além de equipamentos de proteção. A sistemática do jogo parece complicada mas lembra muito o antigo jogo de taco (aquele que você jogou em alguma fase da sua infância) com a diferença de que ao invés de derrubar a garrafa de água o jogador deve dar uma volta completa nas bases para marcar o ponto.

O beisebol, dizem alguns, é um jogo de xadrez jogado num imenso campo, onde as equipes, além da destreza física, devem trabalhar entrosadas sob estratégia do técnico e seus auxiliares. A emoção da tacada, a técnica do arremesso, as táticas e astúcias fazem do beisebol um esporte equilibrado no qual o público participa ativamente, tendo uma visão clara da possibilidade em cada partida.

Pelo mundo

É o equilíbrio entre a emoção da explosão e a tática que faz do beisebol um esporte intrigante e atraente. Esporte Olímpico desde 1992, em Barcelona, vem conquistando adeptos nos cinco continentes. É muito difundido nos EUA, América Central e mais recentemente na Itália, França, Bélgica, Holanda, Austrália, Rússia. No Japão foi introduzido em 1873, importado dos EUA e daquele país tem sido difundido para a China, Formosa, Coréia e outros países asiáticos. No Brasil, oficialmente, foi trazido pelos imigrantes japoneses e sua história já conta com 8 décadas. No entanto, continua sendo praticado por japoneses e seus descendentes, razão pela qual é conhecido como esporte nipônico.

Os atuais dirigentes do beisebol no Brasil lutam para desmistificar essa imagem e torná-lo conhecido e praticado por todos os segmentos populacionais, pois só assim se conseguirá massificar o esporte e ter equipes nacionais competitivas no exterior. É o que pensa Douglas Limbach, dirigente do Farrapos Beisebol Clube, time que treina todos os domingos no parque Marinha, na zona sul de Porto Alegre: "Hoje já temos a quarta maior liga amadora do esporte no Brasil, contando com oito equipes, mas ainda dependemos de muitos patrocínios, pois os equipamentos para a prática do esporte ainda são caros e devem ser importados." Douglas reforça que para praticar o esporte basta a vontade: "Treinamos todos os domingos aqui no Marinha, temos nossos equipamentos e emprestamos para quem quiser treinar conosco. Os interessados podem vir, conhecer e quem sabe também se apaixonar por esse esporte encantador."

Já ocorrem grandes patrocínios no beisebol brasileiro. A empresa Yakult inaugurou, em 1999, na cidade de Ibiúna, São Paulo, um grande centro de treinamentos que hoje é a casa da seleção Brasileira de Beisebol e Softball (a versão feminina do esporte). Segundo Erick Nakano, idealizador do centro de treinamentos, o sonho de construir o espaço surgiu através de dirigentes da Yakult e da Confederação Brasileira de Beisebol e Softball (CBBS) visando uma difusão e popularização do beisebol no país: "A inauguração do CT Yakult/CBBS foi um passo muito importante para o beisebol brasileiro. Hoje já colhemos alguns grandes frutos como o Yan."

Yan Gomes foi o primeiro brasileiro a entrar para a Major League Baseball (MLB), a liga profissional americana e mais importante liga do esporte no mundo. Ele foi contratado com apenas 16 anos pelo Toronto Blue Jays e já atuou em partidas profissionais, inclusive marcando Home Runs (jogada em que a bola é rebatida para as arquibancadas do estádio, configurando a jogada máxima do esporte). Hoje com 25 anos Yan foi negociado pelo Toronto e jogará a temporada de 2013 pelo Cleveland Indians, outro time de tradição nos Estados Unidos.

Matéria produzida na disciplina de Projeto II.
Professora responsável: Michele Limeira.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA