banner multi
Capa Memória Esportes Seleção quebra tabu e vence a França por 3x0
Seleção quebra tabu e vence a França por 3x0 Imprimir
Escrito por Giovani Gafforelli   
Terça, 11 de Junho de 2013 - 09:10

oscar brasil_wesleysantos_arenapoa2
No domingo (9/06), o Brasil quebrou um tabu de 22 anos sem bater a França e venceu o amistoso internacional por 3x0 na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Os gols ficaram por conta do meia Oscar, ex-Internacional, do volante Hernanes e do meia Lucas, ambos revelados pelo São Paulo.

Depois de três anos sem ganhar de um campeão mundial e 22 anos sem vencer a França, desde 1992, o jogo começou morno, sem muitas chances de gol para o Brasil ou para os franceses na etapa inicial.

Novamente se esperava muito de Neymar, mas o jogador não correspondeu às expectativas de seus fãs no sul do país. Talvez o jogador tenha sentido o peso da camisa, porque os torcedores não estavam indiferentes. Torceram, e muito. E na sua saída não foi diferente, acabou vaiado pelos torcedores, por mais uma má atuação.

Lucas foi o melhor jogador da Seleção nesta partida. E o atleta está merecendo a vaga de meio campo. Parece que os ares do Paris Saint Germain, o PSG, estão fazendo bem ao futebol do rapaz.

E a seleção francesa não anda na sua melhor fase, e já vinha de uma derrota para o Uruguai de 1X0, na última quarta-feira, mas a sede de quebrar um jejum histórico de vitórias deixou os jogadores brasileiros apreensivos. 

O técnico Luiz Felipe Scolari, formado pelo IPA e, atualmente, treinador da Seleção Brasileira, agradeceu o apoio dos gaúchos na Arena do Grêmio e pediu “bis” em outros estados do Brasil. “Hoje vi um esforço muito grande da torcida. É esse ambiente que esperamos ter em Brasília, Fortaleza, Salvador e em outras capitais” declarou Scolari à imprensa Gaúcha, após o jogo. 

E que esta vitória seja um prenúncio da atuação da nossa Seleção na Copa das Confederações.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA