banner multi
Capa Memória Geral Criançada da terceira idade
Criançada da terceira idade Imprimir
Escrito por Gabriel Guidotti   
Terça, 03 de Setembro de 2013 - 18:14

uam1“Silêncio, criançada”. Esta foi a primeira frase que a equipe da AJOR ouviu após penetrar na sala C102, no Centro Universitário Metodista, do IPA. No interior, o escritor Hermes Bernardi ministrava uma oficina para os alunos da Universidade do Adulto Maior (UAM), que pertencem à terceira idade. A iniciativa, orientada pela professora Cláudia Rahal, faz parte das comemorações dos dez anos da UAM.

O encontro desta terça-feira (03) serviu para que os estudantes pudessem colocar em prática sua criatividade, além de outras atividades voltadas às memórias de vida. De início, a proposta aos estudantes da UAM foi forrar uma caixa com pedacinhos de papel que representariam sonhos e lembranças. A ideia era permitir o intercâmbio de histórias, buscando compartilhar experiências e apertar os laços entre colegas. 

Nesse sentido, Bernardi, que além de escritor trabalha também como ilustrador, comenta a importância de revelar os objetivos dos alunos, sejam eles lúdicos ou mesmo surreais. “Por intermédio da troca de papéis, o gesto provoca uma conexão com a oralidade, e assim, em um ambiente descontraído, os alunos contam suas lembranças”, explica. A dinâmica seguiu a mesma proposta de seu livro "E um rinoceronte dobrado", um poema-brincadeira sobre “o tanto e o tudo que alguém poderia guardar de lembrança numa pequena caixa de sapatos”. 

Compenetrada em seus próprios recortes, a aluna Dalva da Cas afirma que as histórias que viveu não caberiam em uma caixa, mas aceitou separar as que lembra com mais carinho. “Minhas lembranças são, principalmente, da minha infância, quando eu passava as férias na casa dos meus avós. Era muito legal”, conta. Duas cadeiras à esquerda de Dalva, a estudante Néli Bauf foi mais além e, quando chamada para compartilhar suas memórias, leu um poema de sua falecida mãe. “Meu avô tinha uma habilidade única para a música e poesia. Minha mãe herdou essa característica dele”, frisa saudosamente.

uam2

Segundo a professora Cláudia Rahal a ideia se encaixou na proposta da disciplina de leitura e literatura, que trabalha a habilidade de criar e contar histórias. O contato com o escritor, iniciativa de Cláudia, surgiu na Feira do Livro, quando ela viu a sensibilidade de Bernardi com as crianças e resolveu trazê-lo para que tivesse a mesma sensibilidade com as "crianças grandes" da UAM.

Sobre a UAM

O IPA implantou em 2003 o Programa da Universidade do Adulto Maior que nasce como um programa de extensão do Curso de Terapia Ocupacional.

Saiba mais sobre a UAM: http://goo.gl/CdSPtT

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA