banner multi
Capa Memória Geral O atleta mais velho do Mundial Master de Orientação
O atleta mais velho do Mundial Master de Orientação Imprimir
Escrito por Gabriel Guidotti   
Segunda, 03 de Novembro de 2014 - 11:40

editada copiarSentado em uma cadeira na zona de credenciamento do Mundial Master de Orientação (WMOC, sigla em inglês), em Porto Alegre, Rune Haraldsson, da Suécia, carrega a tranquilidade de um atleta que, em razão da idade, sabe que ganhará uma medalha. Aos 96 anos, ele é o competidor mais velho do evento - e o único participante da categoria acima de 95.

Tendo iniciado sua carreira no esporte muito jovem, aos 18 anos, ele considera que a Orientação, além de um meio para manter a saúde e a forma física, é um teste de equilíbrio, pois você atua com a cabeça e com as pernas. “Um desafio diário”, explica. Até 2013, sua mulher o acompanhava em todas as atividades relacionadas ao esporte. Entretanto, após 70 anos de casamento, ela faleceu.

No Brasil, a hospitalidade do povo rio-grandense tem agradado o atleta. Afirma que as pessoas são “quentes”. Ele nunca esteve na América Latina, mas diz estar gostando de cada momento vivido, em especial o calor da primavera gaúcha. “É legal vir aqui, com esse tempo. Agora começa o frio na Suécia”. Lembrando que tal frio envolve temperaturas negativas e neve, muita neve, o que impede a prática do esporte.

Após o Mundial de Orientação, ele continuará seu tour em território americano. Só que dessa vez, não para competir, mas sim para curtir a vida. Ele viajará ao Peru, buscando “conhecer novos países e fazer novos amigos”.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA