banner multi
Capa Memória Geral Esporte traz melhorias aos gaúchos para 2014
Esporte traz melhorias aos gaúchos para 2014 Imprimir
Escrito por Heloísa Pacheco   
Segunda, 26 de Abril de 2010 - 12:19

copa-poaO mercado do futebol, responsável por cerca de 3,5% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, deverá crescer nos próximos anos para sediar a Copa de 2014. De acordo com as projeções da Fundação Getúlio Vargas, cerca de R$ 155,7 bilhões deverão ser injetados na economia brasileira e 3,6 milhões de empregos serão gerados para receber 600 mil turistas que virão ao Brasil, em 2014, para um dos maiores eventos esportivos dos continentes.

Pela primeira vez na história, o Brasil irá sediar o campeonato de futebol mais importante do mundo. Serão 12 cidades brasileiras que terão a oportunidade de vivenciar progressos e assistir de camarote a bola rolando dentro do campo entre as principais seleções mundiais. Desde o anúncio das cidades sedes da Copa de 2014, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Fortaleza, Manaus, Natal, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e, claro, Porto Alegre estão arregaçando as mangas para projetar, viabilizar e desenvolver obras e programas urbanísticos para cada região.

No total 18 cidades se candidataram para sediar os jogos em 2014 mas apenas 12 foram selecionadas. A definição das escolhidas foi através de um estudo desenvolvido pela ABDIB (Associação Brasileira de Infra-Estrutura e Indústrias de Base) que apontou as deficiências e os potenciais de cada região. Por meio desta análise, observou-se, por exemplo, que o Rio Grande do Sul apresentava mais pontos positivos do que negativos, o que o habilitou como sede. Questões como saúde pública, distribuição de energia elétrica e segurança foram apontadas no relatório da ABDIB como pontos a serem melhorados nos anos que antecedem o evento esportivo.

De acordo com informações do secretário-adjunto da Secretaria Extraordinária da Copa de 2014 (Secopa), Ricardo Gothe, grande parte das obras a serem realizadas em vista da Copa, já está prevista, em projetos e planos do Governo, há algum tempo. Porém, somente agora surgiu o interesse de investimentos públicos e privados para a realização dos mesmos. "A Copa traz a Porto Alegre uma enorme e ótima desculpa para realizar as obras que há décadas não foram realizadas".

O ponta pé inicial

Um dos projetos, já em desenvolvimento, é o novo acesso alternativo à Zona Sul, pela avenida Tronco, que atualmente não apresenta condições urbanas para o tráfego já que se encontra habitada no leito da via por 1300 famílias do Bairro Cruzeiro. Para a plena execução desta obra, a prefeitura realocará as famílias. Contudo, de acordo com o secretário-adjunto, elas não precisarão sair do bairro, serão movidas para conjuntos habitacionais mais seguros na própria região. "Esta é uma das obras mais significativas, espetaculares da Copa do Mundo. Significa utilizar desse evento para o benefício da população", ressaltou.

Com investimentos em torno de 133,6 milhões de reais, a avenida que terá extensão de 3,5 Km, deverá receber o tráfego de veículos que normalmente utilizaria as avenidas Edvaldo Pereira Paiva e a Padre Cacique, mas que terão seu trânsito interrompido durante os jogos da Copa, conforme exigência da FIFA.

Além desta grande ação, outros projetos estão agendados para os próximos anos. Em relação à melhoria no trânsito da capital, haverá a duplicação da via entre o Gasômetro e o Barra Shopping Sul; duplicação da Av. Voluntários da Pátria entre os trechos da via entre a Rua da Conceição e a Avenida Sertório; conclusão da III Perimetral, com, por exemplo, a finalização do viaduto no cruzamento da Bento Gonçalves; e, o prolongamento da Severo Dullius (com alargamento da pista do Aeroporto Salgado Filho).

Ainda nos próximos dias iniciam os trabalhos de reforma do Túnel da Conceição. Segundo Gothe, para que haja o menor impacto possível no cotidiano dos gaúchos que utilizam o acesso, a engenharia de tráfego de Porto Alegre está desde já analisando as alternativas de vias para a região. Entretanto, para o secretário, serão inevitáveis para os porto-alegrenses os transtornos decorrentes das pavimentações, construções e reformas que se farão necessárias nos próximos anos pré-Copa do Mundo.

Projetos Previstos para até 2014

- Rodovia Progresso (RS- 010): percorrerá mais de 9 municípios de modo paralelo a BR-116;

- Reforma do HPS: atendimento mais eficiente e qualificado, ampliação dos prédios atuais, equipamentos mais modernos;

- Construção do Hospital da Restinga: com centro de especialidades, diagnóstico, pronto-atendimento e escola de gestão em saúde (prazo: 2 anos);

- Revitalização do Cais Mauá;

- Rodovia do Parque (BR – 448): desafogará a BR-116 no acesso a Porto Alegre (prazo: dez 2010);

- Balneabilidade do Guaiba: começara pela Zona Sul (Ipanema);

- Plano Diretor Cicloviário: Porto Alegre terá 20 Km de ciclovia até o final deste ano, 40 Km até 2014 e 490 Km em 13 anos;

- Modernização do Aeroporto Salgado Filho: terminal de passageiros e ampliação da pista;

- Sistema de Monitoramento da Cidade: 30 câmeras espalhadas pela cidade deverão dar sensação de conforto e segurança aos cidadãos;

- Teatro da OSPA: terá sede ao lado da Câmara Municipal;

- Auditório Araújo Vianna: reforma no palco, camarins e climatização da plateia (3 mil lugares) e substituição da cobertura de lona por estrutura de madeira.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA