banner multi
Capa Memória Geral Criatividade na era digital, por @marcelotas
Criatividade na era digital, por @marcelotas Imprimir
Escrito por Rafaela Haygertt   
Sexta, 07 de Maio de 2010 - 10:06

marcelotasMas onde mesmo fica o Alegrete? Essa era a pergunta no twitter do jornalista hipermídia, Marcelo Tas, quando chegou a Porto Alegre, nesta quinta-feira. O comunicador palestrou, no Centro de Convenções Fiergs, para centenas de estudantes universitários e pesquisadores de diversas áreas.

Marcelo Tas é diretor, apresentador de televisão, escritor e roteirista. No seu curriculo constam programas como Castelo Rá-tim-bum e Vitrine. O jornalista também foi responsável pela coordenação do programa educativo Telecurso 2000. Atualmente apresenta o programa CQC, na Band, e o Plantão do Tas, no canal a cabo Nickelodeon.

"Para nós que fazemos televisão um encontro como esse é muito especial. Assim trocamos informações com o público e não com uma caixa", assegurou o apresentador do CQC, ao dar início à palestra "Inovação: A Criatividade na Era Digital".

Tas iniciou o debate afirmando que vivemos em uma era de grandes transformações. "Não podemos ter preconceito contra as mudanças", acredita o jornalista, que falou sobre as revoluções tecnológicas nas duas últimas décadas.

Qual é a diferença entre você no seu primeiro dia de aula e uma criança que está vivendo essa experiência hoje? Que diferença existe entre esses dois públicos? Segundo o seu ex-professor Tibúrcio, a principal delas é a interatividade e a quantidade de informações, hoje, é muito maior.

Para Tas nunca o professor foi tão essencial como nesta era. "Precisamos de alguém que nos inspire, que seja o mediador das informações que recebemos", reflete.

De acordo com o apresentador, as grandes virtudes da era digital são a colaboração, a transparência, o ouvir e valorizar o presente. Como exemplo, citou o caso da Wikipédia que foi comparada a Enciclopédia Britânica. "Deu empate, ambas tiveram 8% de erros", contou.

Quanto a valorizar o presente, Tas afirmou que, se vivemos angustiados com o passado e ansiosos com o futuro, não aproveitamos o que temos, o presente. "Estamos na era de valorizar o presente", comenta. "Neste mundo que muda rapidamente, em caso de dúvida, fique de olho nas crianças. Se quiser estar bem informado tenha filhos", recomenda.

Após a palestra, o escritor abriu o espaço para perguntas e dialogou um pouco com o público sobre liberdade de imprensa, educação, marketing entre outras coisas. "Vivemos um momento 'esquisitíssimo' na liberdade de comunicação no Brasil", avalia. Quanto ao novo Plano Nacional de Direitos Humanos, o jornalista afirmou ser contra qualquer forma de legislar sobre a liberdade de expressão. "Isso abre brechas para a censura e para a má interpretação", diz.

Marcelo Tas, também, deu dicas para os futuros comunicadores. "Ler é o principal", aconselha. "É muito importante aprendermos a nos desconectar. Nossa saúde está muito comprometida com essa revolução digital toda", garante.

No final, o jornalista foi questionado por Rodaika sobre a próxima Twittada. E a resposta foi: "Agora já sei onde fica o Alegrete".

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA