banner multi
Capa Memória Geral Atropelamento em massa segue gerando polêmica
Atropelamento em massa segue gerando polêmica Imprimir
Escrito por Anselmo Cunha dos Santos. Fotos de Emmanuel Denauí   
Quinta, 03 de Março de 2011 - 16:31

massacriticaED004Com o propósito de obter mais espaço para as bicicletas trafegarem no trânsito de Porto Alegre, o grupo de ciclistas 'Massa Crítica' organizou uma manifestação pacífica, no último dia 25 de fevereiro. Tudo saía conforme o previsto quando, ao passarem pela rua José do Patrocínio, no bairro Cidade Baixa, um motorista acelerou o seu carro e atropelou os manifestantes.

O ato bárbaro feriu oito ciclistas, que foram encaminhados ao Hospital de Pronto Socorro. Um dos manifestantes que filmava o evento, gravou o exato momento em que o carro surgiu em meio aos participantes. O vídeo está  postado no Youtube e já recebeu mais de um milhão de acessos e comentários de indignação e solidariedade às vítimas.

 "Eu sou ciclista desde criança,  e sei que a gente é quem tem de se cuidar. Já fui atropelado e sei que não dá para sair na rua confiando no motorista", comenta o professor  de Publicidade e Propaganda, Roger Bundt. Ele condena a atuação do protagonista de uma das cenas mais violentas que se tem registro envolvendo ciclistas em Porto Alegre, mas  lembra  que muitos usuários de bicicletas "atrapalham o trânsito, andam na calçada, querem ser pedestres e motoristas ao mesmo tempo". Mas, é claro que tudo isso decorre da falta de educação no trânsito, mas principalmente da ausência de espaços para os ciclistas circularem de forma segura e tranquila.

O motorista que dirigia o Golf preto e ocasionou o massacre é o funcionário público Ricardo Neis, 47 anos. Ele está internado no Hospital Parque Belém, para tratamento psiquiátrico, porém permanece acompanhado por policiais, pois já teve a sua prisão decretada pela justiça.

Para protestar contra o massacre e exigir um trânsito mais seguro, ocorreu uma marcha organizada pelo grupo Massa Crítica, com a participação de populares, nesta terça-feira, 1º de março, com a saída no Largo Zumbi dos Palmares em direção à Prefeitura, tendo como primeira parada, o local do atropelamento, na Rua José do Patrocínio.

Vale ressaltar que  movimento Massa Crítica integra uma ação mundial que se reúne mensalmente para lutar pelos direitos dos ciclistas e combina os passeios pela internet.

Diferentes movimentos de protesto estão ocorrendo em diferentes cidades do nosso Estado, do Brasil e em diversos países.

O estudante de Jornalismo do IPA, Emmanuel Denauí participou do protesto e registrou várias lances que mostram a criatividade dos ciclistas portoalegrenses.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA