banner multi
Capa Memória Literário Olhar pra frente
Olhar pra frente Imprimir
Escrito por Tássia Jaeger   
Quarta, 23 de Junho de 2010 - 15:18

olhar-pra-frenteDia desses, fazendo uma entrevista para uma matéria, minha fonte, um senhor de uns 80 e poucos anos, me falou uma coisa que me fez pausar naquelas palavras e abstrair todo o resto. Ele discursava sobre o mundo no futuro, e no meio de sua tese me disse: "Eu gosto de olhar pra frente". Disse isso pra justificar sua visão de como seria o mundo daqui uns 30, 40 anos.

Obviamente, ele nem percebeu que eu parei no tempo com aquela declaração e que, desde aquele momento, eu só via sua boca se movendo sem emitir som algum. Aquela frase me deu um baita soco no estômago, afinal, ao olhar pras suas rugas eu sabia que ele não iria poder ver o futuro que ele estava prevendo. E suas palavras me comoveram mais ainda, pois sei que ele está com câncer, e admiro a força e fé das pessoas. Desejo que ele supere o câncer, certamente, assim como desejo a todos que sofrem disso. Mas mesmo que o supere, acredito que somente um milagre o deixará viver tanto pra ver todas essas mudanças que ele prevê.

Olho ao redor e vejo muitas pessoas com ânsia de viver. E muitas dessas pessoas já passaram dos 80. Meu avô, já falecido, aos 90 e poucos era assim. Quantas pessoas nos deixam sem nos mostrar tudo que poderiam e sem verem tudo que queriam? Muitas pessoas, inclusive, trabalham diretamente para a construção do futuro que não verão. São engenheiros de todos os ramos, cientistas, médicos, pesquisadores e etc. Pessoas que vivem para um futuro em que não viverão mais. É muito amor à uma humanidade que talvez não nos ame tanto assim por não nos querer mais do que uns poucos 100 anos por aqui. Eu sou assim também. Ansiosa por viver, viver, viver. Não que a vida seja tão boa assim, mas é justamente por isso que tenho essa gana de viver, justamente pra ver que no futuro ela pode ser melhor.

Enquanto vivemos só uns 100 anos, vejo filmes em que as personagens vivem há séculos, milênios...São elfos, vampiros... Que inveja desse mundo! Engraçado que as personagens desses filmes não fazem nada pelo futuro. Pelo contrário, só tentam consertar richas do passado. Será essa a fórmula do seu sucesso? Viver pro passado e não pro futuro? Tentei mudar a lógica e viver só pro presente. Mas é difícil, até porque nesse exato momento eu estava mandando curriculuns, terminando um trabalho da faculdade, alimentando relacionamentos que podem me ser úteis. E tudo isso pensando no quê? No meu futuro. Nesse futuro que tanto almejo e tanto temo. Nesse futuro que quero que seja próspero, mas que me deixará cada vez mais perto do fim e não do início.

Mas eu sei explicar porque tanto quero um futuro. Porque pra maioria dos brasileiros, assim como eu, o futuro é sinônimo de esperança. É no futuro que depositamos nossas moedas já que no presente não estamos no patamar que gostaríamos. Se meu presente me proporcionasse a satisfação de ver minha família, meus amigos e eu, viver sem tanto esforço, tanta mágoa, tantas batalhas, provavelmente eu poderia aplicar minha técnica de viver o presente. Ainda pretendo aplicá-la. Quando em um futuro não tão distante eu puder satisfazer a todos que me rodeiam a ponto de brindar o presente.

Mas e o futuro que minha fonte não vai ver? Ah, o futuro a gente constrói, mas a Deus pertence. E nós não veremos o que Deus fez com o que a gente construiu, assim como nunca saberemos porque vivemos pra morrermos. É a lei da vida. E ninguém disse que era pra gente entendê-la, por mais que quiséssemos. Nem toda lei é justa, isso pelo menos já sabemos!

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA