banner multi
Capa Memória Literário O novo mestre dos livros de ação e suspense
O novo mestre dos livros de ação e suspense Imprimir
Escrito por Camila Batista   
Terça, 27 de Maio de 2008 - 15:15

20080527_codigodavinci

Dan Brown é um norte-americano de 44 anos, que estudou História da Arte na Universidade de Sevilha, na Espanha. E hoje, é um dos escritores mais famosos. Seus textos de narrativa rápida e trama repleta de reviravoltas que prendem o leitor do início ao fim, já são conhecidos em todo mundo.

No início de 2004 todos os seus quatro livros (Fortaleza Digital, Anjos e Demônios, Ponto de Impacto e O Código Da Vinci) estiveram ao mesmo tempo na lista dos mais vendidos no The New York Times. Atualmente Dan Brown tem se dedicado ao seu mais novo projeto The Salomon Key, que ainda não tem prazo para lançamento.

O Código Da Vinci

O best-seller O código Da Vinci, lançado em 2003, já vendeu mais de 60 milhões de exemplares em todo mundo. A história causou muita polêmica ao questionar a divindade de Jesus Cristo.

O enredo do livro gira em torno de Jacques Saunière, um curador do Museu do Louvre que foi assassinado junto com todos que partilhavam com ele o mesmo segredo. Porém, Saunière deixou pistas para sua neta Sophie Neveu e para o professor de Harvard Robert Langdon desvendar o enigma de sua morte.

A história envolve grandes organizações católicas como o Opus Dei e, a sociedade secreta conhecida como Priorado de Sião (que segundo documentos da Biblioteca Nacional de Paris possuía membros famosos como, Issac Newton, Botticelli, Victor Hugo e Leonardo Da Vinci). Usando de apoio fatos históricos, passagens bíblicas e obras de arte, como o quadro A Última Ceia de Da Vinci. O escritor, apesar de católico, também coloca em dúvida a formação da Bíblia e o verdadeiro papel de Maria Madalena na vida de Jesus.

Críticos religiosos afirmam que o autor distorceu e, em muitos casos, forjou fatos. Porém, a realidade é que Dan Brown conseguiu mexer com o imaginário e embaralhou o raciocínio dos leitores desavisados.

O outro código

Antes mesmo de fazer sucesso Dan Brown já demonstrava seu talento em seu primeiro livro Fortaleza Digital, lançado em 1998. A história trata do conflito entre as liberdades individuais e as questões de segurança nacional. O livro, assim como O Código Da Vinci, também traz um segredo a ser desvendado.

A história gira em torno de Susan Fletcher, uma criptógrafa que trabalha na Agência de Segurança Nacional (NSA), que é mais poderosa que a CIA e do que qualquer outra organização de inteligência do mundo. É responsabilidade da NSA, decodificar as mensagens trocadas pelas pessoas em todo o mundo e descobrir com antecedência planos terroristas. Porém, um ex-funcionário chamado Ensei Tankado jura se vingar dos Estados Unidos e cria um algoritmo de encriptação inquebrável, que recebe o nome de Fortaleza Digital. Então, Susan precisa correr contra o tempo para encontrar a resposta do código e evitar o maior desastre da história da inteligência americana. E de quebra salvar a sua vida e a do noivo David Becker, que foi a Sevilha para ajudar a desvendar esse mistério.

Dan Brown possui todos os ingredientes necessário para prender o leitor nessa história cheia de ação, suspense, amor, desejo, decepção, medo e morte. O autor descreve com perfeição o local das cenas, fazendo com que o leitor viaje oras por entre as pequenas ruelas de Sevilha, oras até a sala central do departamento de criptografia. Capaz ainda de fazer sentir a aflição dos funcionários que trabalham a todo vapor para evitar uma catástrofe ou sentir o desespero de David Becker ao fugir de um atirador na Espanha. Certamente é impossível se desligar do livro antes de chegar ao ponto final. Pois, segundo o The Midwest Book Review o livro Fortaleza Digital é o melhor e mais realístico suspense tecnológico lançado em muitos anos e, impossível não ficar arrepiado a cada página.

Para encerrar essa crítica me permito dizer que o primeiro livro de Dan Brown, o Fortaleza Digital, é ainda melhor que o seu best-seller, O Código Da Vinci. Então para os leitores, que como eu, não ficaram satisfeitos com o texto de seu último lançamento fica uma sugestão: Leia o primeiro!

Referências

Fortaleza Digital - Dan Bronw - 1998 - Editora Sextante
O Código Da Vinci - Dan Brown - 2003 - Editora Sextante

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA