banner multi
Capa Memória Opinião
Opinião
Tim Lopes, uma lição de vida Imprimir
Escrito por Monica Brum   
Quinta, 20 de Maio de 2010 - 12:21

O jornalismo investigativo tem de ser visto e praticado de forma diferente. É preciso ter muito mais do que coragem. É fundamental acreditar em seus ideais, ter convicção e determinação, além de ser discreto e encarar, muitas vezes, um árduo trabalho sozinho. Segundo Percival Souza, em sua obra 'Narcoditadura: o caso Tim Lopes', é um  jornalismo "absolutamente solitário".

Para trabalhar com denuncias é necessário estar disposto a encarar os medos. Raramente divide-se com alguém os percalços encontrados no caminho da investigação. A busca pelas informações, a coleta de documentos, a procura de fontes, enfim, tudo deve ser feito com sigilo e discrição. Tim, por muitas vezes, teve sucesso em suas denúncias, porém, encontrou em seu caminho uma fonte que não era segura. E como ressalta Souza, "O jornalista investigativo administra quase sempre sozinho a sua própria situação".

 
Quando os Beatles ficaram para sempre? Imprimir
Escrito por Luís Bustamante   
Quarta, 28 de Abril de 2010 - 14:44

beatlesEstamos em ano repleto de comemorações, mas os quarenta anos sem os Beatles, - o que, para muitos, é mais uma forma de lamentar do que propriamente comemorar - merece a nossa atenção. Passaram-se quarenta anos desde que a banda, a mais célebre de todos os tempos, dissolveu-se deixando órfãos não apenas a geração contemporânea à beatlemania, como todas as gerações que viriam dali pra frente.

 
O horror no Haiti Imprimir
Escrito por Caroline Marques   
Quinta, 14 de Janeiro de 2010 - 17:38

haiti-terremotoO terremoto de sete pontos na escala Richter, que atingiu o Haiti, no último dia 12, e destruiu tudo o que tinha pela frente, principalmente a cidade de Porto Príncipe, arranca de todos que assistem perplexos os noticiários e visualizam as imagens, a expressão: meu Deus que horror!

 
Dia do jornalista! Imprimir
Escrito por Anônimo   
Sexta, 09 de Abril de 2010 - 09:41

jornalista-7abrilQuatro anos ou mais. Esse foi o dead line do nosso sonho. Enquanto começávamos um curso superior, repletos de dúvidas, chega a prática jornalística exigindo, logo de cara, que soubéssemos "o quê?, quando?, onde?, como?, quando? e o por quê?" de tudo nesse mundo, sendo que ainda não tínhamos certeza nem sobre nós mesmos.

 
Twitter renova conceitos da comunicação Imprimir
Escrito por Rodrio Gil   
Domingo, 29 de Novembro de 2009 - 18:39

twitter

O rádio, que surgiu lá no século XIX, era tido como o veículo mais dinâmico, ao transmitir a notícia em tempo real. Essa característica se deve ao fato de dispensar grandes recursos para a cobertura de um evento. Apenas um microfone, um gravador ou um celular basta!

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA