banner multi
Capa Memória Opinião Quando os Beatles ficaram para sempre?
Quando os Beatles ficaram para sempre? Imprimir
Escrito por Luís Bustamante   
Quarta, 28 de Abril de 2010 - 14:44

beatlesEstamos em ano repleto de comemorações, mas os quarenta anos sem os Beatles, - o que, para muitos, é mais uma forma de lamentar do que propriamente comemorar - merece a nossa atenção. Passaram-se quarenta anos desde que a banda, a mais célebre de todos os tempos, dissolveu-se deixando órfãos não apenas a geração contemporânea à beatlemania, como todas as gerações que viriam dali pra frente.

Aqui dois comentários essenciais: passaram-se quarenta anos porque, na verdade, sabe-se que a dissolução aconteceu em 1970, mas há imprecisão quanto ao mês e o dia em que isso aconteceu. Diz-se que foi no dia 10 de abril daquele ano, só que os Beatles jamais confirmaram a data. Mesmo hoje, os sobreviventes Paul McCartney e Ringo Starr divergem quando questionados – e John Lennon e George Harrison, bem... talvez numa sessão espírita.

Outro comentário é sobre as gerações de beatlemaníacos órfãos que foram surgindo ao longo desses quarenta anos. Há crianças ainda no prezinho já cantando Help, She Loves You, Hey Jude, Let It Be e outras que muito sessentão ou cinquentão mal se lembra das letras. Isso é fenômeno. Tanto que no site da revista Rolling Stone, edição brasileira, de setembro de 2009, ao comentar a reportagem sobre o fim dos Beatles, uma leitora deixa a frase emblemática: "Caramba...The Beatles deixou saudades! Saudades da época em que eu nem vivi, de pessoas que eu nem conheci! Mas saudades, principalmente deles!".

Também fruto dessa orfandade são as diversas manifestações interpretativas do fenômeno beatle como as bandas covers (só em Porto Alegre há quatro conhecidas internacionalmente), cantoras e cantores que se lançam regravando vários sucessos dos fab four, ou bandas fazendo releituras, como a adolescente McFly, na Inglaterra, e a gaúcha Nenhum de Nós, com o magistral show Nenhum de Nós Toca Beatles. A música Yesterday, por exemplo, considerada a mais tocada de todos os tempos, ainda hoje é gravada por artistas que, de Beatles, só sabem que foi um conjunto de rock dos anos 60 do século 20.

Um fenômeno que já dura quarenta anos, completos em 10 de abril passado... ou seria em janeiro, como juram alguns biógrafos? Ou será em julho, como dizem outros? Quem sabe setembro ou dezembro, segundo palpiteiros na internet? Afinal, em que mês e dia de 1970 John, Paul, George e Ringo quebraram os pratos e foram cada um pro seu lado? Uma dica: num momento qualquer entre 1º de janeiro e 31 de dezembro daquele ano.

Porque 'os caras', além de fenomenais, se tornaram um enigma – o que realmente fizeram? Por que são lembrados até hoje? Teriam mesmo existido? Questões que, para velhos e novos beatlemaníacos não têm a menor importância. Interessa é que as músicas deles ficaram for ever.

 

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA