banner multi
Capa Memória Política 11 de setembro de 2001: o dia que mudou a humanidade
11 de setembro de 2001: o dia que mudou a humanidade Imprimir
Escrito por Eduardo Malta Oliveira   
Segunda, 12 de Setembro de 2011 - 15:13

11-de-setembroManhã de terça-feira, 11 de setembro de 2001, EUA. Um dia como outro qualquer, afinal todas as pessoas cumpriam a sua rotina diária trabalhando ou estudando. Até que uma tragédia parou o mundo. Um atentado terrorista jamais visto na história surpreendeu a todos. O World Trade Center, símbolo do poder financeiro americano, foi atingido por dois aviões sequestrados minutos antes. As torres vieram abaixo.

Eram 8h46min, o voo AA11, da American Airlines, com destino a Los Angeles, se choca contra a torre norte do World Trade Center. O Boeing 767 levava a bordo 76 passageiros, 11 tripulantes e 5 terroristas. Todas as atenções se voltaram para a televisão. Todas as emissoras transmitiam a mesma programação. No começo não se tinha ideia de que se tratava de um atentado terrorista, afinal poderia se tratar de um acidente. Entretanto, as 9h3min, veio a certeza de que não se tratava de um acidente. Desta vez o voo UA 175, da United Airlines, com 51 passageiros, 9 tripulantes e 5 terroristas se chocou contra a torre sul. Os minutos seguintes seriam de pânico. As ruas de Nova York foram tomadas pelo desespero. Pessoas tentavam se afastar o mais rápido possível das torres, tomadas pelo fogo devido ao combustível os aviões. Algumas pessoas que estavam nos andares acima da área do impacto, já sem esperanças e resgate, se jogavam pelas janelas, rumo à morte certa.

Cinquenta e seis minutos depois a torre sul desaba, exatamente as 9h59mim. A torre norte viria abaixo as 10h28mim. Mas a tragédia ainda não estava completa. Mais dois aviões haviam sido sequestrados. O destino do AA77 foi o Pentágono, símbolo máximo do poderio militar norte americano. Mais 61 mortes no avião, incluindo os cincoterroristas. O quarto avião não conseguiu atingir seu objetivo, que mesmo dez anos depois, ainda não se tem certeza sobre qual era seu destino. As mais prováveis suspeitas são de que os possíveis destinos seriam o Capitólio (sede do Congresso), ou a Casa Branca. Porém, passageiros heróis enfrentaram os terroristas e mesmo sabendo que a morte seria certa, derrubaram o avião em um campo na Pensilvânia.

No total 2995 pessoas perderam a vida. Destes, 19 eram terroristas. A rede terrorista Al-Qaeda, liderada por Osama Bin Laden, assumiu a autoria dos ataques.

Após o 11 de setembro, o então presidente George W Bush, declarou Guerra aos terroristas da Al- Qaeda, e invadiu o Afeganistão, país em que Bin Laden se refugiava. A guerra culminou na queda do regime Talibã, que governava o país e que segundo as agencias de inteligência americanas, dava suporte a A-Qaeda. Entretanto, o objetivo principal do presidente Bush, capturar o líder da organização terrorista, não foi atingido. Osama Bin Laden só foi morto neste ano, já no governo Barack Obama.

A chamada Guerra ao Terror, se estendeu até o Iraque, que foi invadido por tropas americanas em 2003. Sadan Russein, foi tirado do poder e enforcado.

Estas guerras tiveram um custo altíssimo para a máquina pública americana, que hoje está em crise. Estima-se que, o custo total gasto nos últimos dez anos com a guerra, fique em torno de US$ 1,2 trilhão.

Hoje o local onde ficavam as torres do World Trade Center está em obras. Um memorial será construído em homenagem às vítimas, além de novos prédios, sendo que um deles será o segundo prédio mais alto do mundo. O custo das obras? Algo em torno de US$ 12,5 bilhões de dólares.

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA