banner multi
Capa Memória Política Movimento LGBT protesta contra dom Dadeus Grings
Movimento LGBT protesta contra dom Dadeus Grings Imprimir
Escrito por Joice Proença. Fotos: Joice Proença   
Quarta, 19 de Maio de 2010 - 22:26

04-Dom-DadeusCom palavras de ordem e faixas, militantes das ONGs que reúnem lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros ( LGBT) organizaram nesta quarta-feira, 19, uma manifestação contra declarações feitas pelo arcebispo de Porto Alegre, dom Dadeus Grings sobre homossexualidade e pedofilia. O ato aconteceu em frente à Catedral Metropolitana da capital e reuniu dezenas de pessoas.

Sob a coordenação das ONGs Somos, Nuances e Igualdade, os manifestantes portavam cartazes e faixas com críticas ao discurso do arcebispo dom Dadeus, proferido na abertura da assembleia da Confederação Nacional dos Bispos Brasileiros (CNBB). Na ocasião, ao tentar minimizar os recentes escândalos que envolveram padres católicos com atos de pedofilia, o arcebispo afirmou que "a sociedade atual é pedófila". Segundo o arcebispo, "quando a sexualidade é banalizada, é claro que isso vai atingir todos os casos". Para ele,  "O homossexualismo é um caso. Antigamente não se falava em homossexual. Ele era discriminado". E complementou: "daqui a pouco vão achar os direitos dos pedófilos".

Ao referir-se às declarações do arcebispo, um dos coordenadores do Somos, Alexandre Böer, destacou que a influência das religiões ortodoxas está impedindo os avanços em relação aos direitos homossexuais. "Estamos voltando à idade das trevas, quando ao invés de combater a pedofilia tentam associá-la a homossexualidade". O coordenador também ressaltou que o estatuto da entidade, proíbe e repudia a pedofilia por considerá-la um crime.

Durante o ato, diversas entidades, se revezaram ao microfone para repudiar a homofobia e a interferência das religiões na criação de legislações e políticas públicas.

Ao mesmo tempo em que ocorria a manifestação, alguns fiéis dirigiram-se à frente da Catedral para orar.

O movimento aguarda, ainda para este mês, a homologação do presidente Lula ao decreto que cria o Dia Nacional de Combate à Homofobia, a ser instituído no dia 17 de maio. A data remete ao dia 17 de maio de 1990, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da lista das enfermidades.

galeria

 


Notícias relacionadas


Expediente

Mapa do Site :: Portal Universo IPA - 1º lugar na Intercom Nacional de 2008 :: Expediente
Creative Commons © 2005-2013 :: AJor - Agência Experimental de Jornalismo IPA